como criar um site

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Ejaculação Precoce: causas e soluções




Ejaculação Precoce: causas e soluções - Ejaculação precoce tem tratamento. As causas e possíveis tratamentos estão disponíveis nesse excelente artigo do psicólogo Cassio Reis, e também um efetivo tratamento, recordista de vendas, que poderá fazer a diferença! Espero que você assista ao vídeo e leia o texto com atenção, pode ser muito útil!

Algumas coisas da vida podemos descartar, não dar lá muita importância. Porém, para outras coisas, como o comportamento orgânico, o bem estar físico e mental, a qualidade de vida e o prazer de viver, sem dúvida temos que correr atrás das soluções. Aqui, sugerimos algumas, você encontrará mais em comentários e respostas.

Há alternativas, como você poderá assistir no vídeo abaixo, que podem deixar sua vida sexual do jeito que elas gostam, preste atenção e, se tiver interesse, clique no link abaixo do vídeo!


Conheça o Ejaculando com Controle: Básico e Avançado from Ejaculando com Controle



Hoje nos deparamos com uma anomalia sexual cada vez mais presente na vida sexual dos homens. A queixa de ejaculação precoce cresce a cada dia nos consultórios.
Uma ocorrência freqüente entre os jovens iniciantes da vida sexual, ( pelo excesso de ansiedade, pela inexperiência e novidade ) , começa a ganhar cada vez mais freqüência na vida sexual de homens já experientes e maduros.

O que vem a ser a ejaculação precoce afinal? A ejaculação precoce nada mais é do que o homem depois de excitado ejacular rápido demais. Alguns homens, chegam a ejacular em 2 minutos.

A mulher normalmente foi tida como responsável por uma não perfeita sintonia sexual com o homem, em função de suas dificuldades sexuais, tais como frigidez, e falta de desejo ou ainda a dificuldade de alcançar o orgasmo, começam a cobrar dos homens uma maior atenção no que hoje se considera um fator essencial para uma boa, saudável e bem sucedida relação sexual.

As preliminares sexuais e o controle da ansiedade, são tidas como fatores preponderantes para a preparação sexual, por outro lado o não controle da ansiedade acaba se transformando no inimigo número um do descontrole ejaculatório masculino, trazendo como conseqüência a dita ejaculação precoce.

Limitando assim tanto o prazer masculino frente a um melhor aproveitamento do contexto sexual, quanto a frustração da mulher frente a imediata cessação do interesse sexual do homem que perdendo a ereção, perde também o desejo da continuidade.

Para a mulher, normalmente o relacionamento sexual vem carregado de afeto e sua realização pode ser apenas um item no envolvimento afetivo, mas busca também ela no momento em que se sente desejada e amada a entrega total com a plena realização sexual e conseqüente prazer orgástico.

Na medida que o homem não consegue dar continuidade ao excitamento, boicotado pela ejaculação precoce, o envolvimento afetivo tende a ser afetado pela constante frustração decorrente da não conclusão sexual plena, com tempo do seu devido excitamento com a possibilidade de que o prazer da mulher possa se concluir.

Tornando a ejaculação precoce, um tormento tanto para o homem quanto para a companheira.

O que fazer? Buscar ajuda sempre.

As mudanças de comportamento, o melhor conhecimento das possibilidades sexuais das mulheres, tornou a busca pela realização sexual um parâmetro a ser alcançado e desejado pelas mulheres com mais objetividade e a certeza da necessidade de sua realização sexual.

Tornaram-se assim, conscientes de que sua plenitude sexual, também dependeria da competência sexual do parceiro e do controle de sua ejaculação.

As relações sexuais mal sucedidas passam a um novo critério de avaliação em que o fato de o homem se mostrar inseguros e extremamente ansiosos, acabam ejaculando tão rápido que mal conseguem iniciar de fato a relação sexual e conseqüente penetração, frustrando qualquer possibilidade de excitamento da mulher, inibindo seu excitamento e conseqüente possibilidade de alcançar o desejado orgasmo.

Ao homem cabe valorizar mais o relacionamento, as carícias e não se precipitar, pois a ansiedade é tida como a grande responsável pela dificuldade de controle da ereção com conseqüente ejaculação, que por sinal, nem sempre quer dizer orgasmo.

Normalmente o orgasmo masculino vem junto com a ejaculação como uma descarga energética e explosiva, mas o controle, a espera e conseqüente prazer tornam-se mais intensos na medida que o relacionamento sexual se dê de forma tranqüila e coordenada, diminuindo as possibilidades de um desempenho precipitado e frustante.

A persistir a ejaculação precoce, não tenha dúvida em procurar ajuda, hoje possíveis nos processos de terapia sexual, com excelentes resultados.

A relação sexual é uma parceria em que o cuidado e a atenção com o outro passam a ser fundamentais para o sucesso do envolvimento sexual.

A rapidez da ejaculação não traz nenhum benefício ao relacionamento sexual muito pelo contrário, acaba tornando o relacionamento sexual desinteressante, quando não motivo de desentendimento, frustração e separação de muitos casais.

Se não for tratada a continuidade da ejaculação precoce, pode levar a mulher ao desinteresse pelo sexo, e o homem pode transitar pela impotência com a frustração do desejo.

Lembrar ainda que a depressão e o estresse da vida moderna podem ser desencadeantes da dificuldade em controlar a ejaculação.
Um motivo a mais para que afetados pelo problema, os homens não tenham vergonha nem receio de procurar ajuda.

Nas dificuldades sexuais, as mulheres são mais prontas em buscar ajuda, são mais corajosas frente ao problema que estão sentindo. Infelizmente isso, nem sempre acontece com os homens protegidos por preconceitos que os tem como sexualmente bem resolvidos, criam muita dificuldade frente a uma problemática sexual.

Buscar ajuda, além de necessária e inteligente, torna possível a solução definitiva das próprias dificuldades, com relação ao desempenho sexual.

A busca de ajuda pode trazer como resultado a solução dos reais problemas responsáveis pela dificuldade de desempenho, resgatando a auto-estima, quando não, o relacionamento afetivo e sexual.

Ansiedade e Ejaculação precoce
Cássio dos Reis

www.cassiodosreis.psc.br
Fone: 11- 3051.7325

Por favor, verifiquem os comentários dos artigos, neles podem estar as respostas para as suas dúvidas. Para os itens onde existem muitos comentários, deixe pelo menos iniciais (BYT), por exemplo. Assim, poderei personalizar sua resposta. Caso não encontre nenhuma resposta já comentada e discutida, deixe sua pergunta. Na medida do possível estarei respondendo, ok?

Espero que este texto possa ajudá-los a reencontrar o caminho da normalidade e do prazer.

Até a próxima

Artikel Terkait:

221 comentários:

«Mais antigas   ‹Antigas   1 – 200 de 221   Recentes›   Mais recentes»
Anônimo disse...

Boa noite, tenho 21 anos e tenho muita dificuldade para controlar minha ejaculação, minha vida sexual teve incio aos 15 anos com minha namorada, mantivemos relações regularmente por um periodo de 3 anos, sempre fizemos em locais onde não tinhamos privacidade e sempre com medo de sermos flagrados por seus pais, não sei se tem alguma relação mais hoje ainda tenho a mesma dificuldade apresentada no inicio das minhas relações, namoro hoje com outra pessoa e os problemas continuam, oque posso fazer, existem exercícios, remédios ou alguma terapia que realmente funcionem ?! Obrigado

Lelo disse...

Caro amigo! Não há motivos para maiores preocupações. Existem, sim, exercícios que você pode fazer com seu penis, são simples e eficazes.
Também podem ser partilhados pela sua namorada.
Treine com a masturbação, no momento em que sentir que está para ejacular, pare. Faça isso várias vezes. Isso visa à protelação da ejaculação precoce, e pode ser feito também pela sua namorada. Também pode tentar o mesmo exercício com sua namorada já com a penetração. Ao sentir o momento chegando diga a ela para parar e, se for o caso, retire o membro para não dar continuidade ao processo.

Isso pode ser feito diversas vezes e, com o tempo e a mesma parceira sexual, tende a rever o processo todo de ansiedade, provavelmente motivado pelo alto grau de excitação em que você era exposto quando das transas em locais proibidos e temíveis.

Ademais, capriche mais nas preliminares, com o intuito de deixar sua parceira quase no ponto de atingir o orgasmo e, somente aí, faça a penetração.

Caso você não consiga bons resultados (o que duvido) há tratamentos específicos, procure um urologista, é o profissional adequado para esse tipo de problema, ok?

Desejo-lhe boa sorte, treine bastante, exercite sua mente, desligue-se um pouco do seu problema, na hora do sexo procure em primeiro lugar dar prazer à sua companheira, despreocupe-se de si mesmo, desencuque!!! Pense outra coisa bem cavernosa na hora que estiver muito excitado, pratique!

Abraços

Anônimo disse...

Ola sou O Helder Lobato, tenho 22 anos de idade, tenho problemas com Ejaculação precoce ja terminei dois relacionamentos por causa deste grande problema. Gostaria imensso que me podessem ajudar no sentido de melhorar. Um abraço

Anônimo disse...

boas tenho 22 anos e nao tou a conseguir controlar minha ejaculaçao.
por vezes ejaculo ate antes de iniciar o acto e quase sem perceber que ejaculo...
tem soluçao??? o que posso fazer???
obrigado

Lelo disse...

Amigos, nada de pânico.

Um dos principais responsáveis pela ejaculação precoce é, sem dúvida, a ansiedade. Esta quintuplica a excitação, alterando todo o seu emocional. Portanto, afora problemas de ordem urológica, o controle da ansiedade é um passo importante para a melhoria da vida sexual.

Procurem observar a resposta dada no segundo comentário (acima), notem que acabamos por nos acostumar a sermos rápidos, por causa das relações proibitivas e furtivas que mantivemos. Isso, de uma certa forma, habituou-nos a praticar o sexo de uma maneira que não é comum num relacionamento mais estável, ou mesmo numa noite em que temos que mostrar um desempenho mais demorado, que propicie um maior tempo de penetração e, assim, proporcionando maior prazer a elas e a nós mesmos.

É necessário reeducar a mente, em primeiro lugar. A masturbação é a maior forma de exercício. Pratique, educando sua mente, assenhorando-se do seu desejo. Pare, toda vez que perceber que está prestes a ejacular. Dê um tempinho e recomece.

Faça isso diversas vezes, até que sinta que está demorando mais do que o "normal" a ejacular. Use um relógio, conte o tempo. Veja seus resultados após algum tempo.

Se você tem uma companheira compreensiva, peça para que o ajude nesse processo. Ela pode fazer a masturbação para você, e toda vez que você estiver próximo à ejaculação, peça para que ela pare. Repita isso diversas vezes.

Agora, experimente com a penetração. Peça que sua companheira fique sobre você, assim você poderá controlar o nível de excitação causado pelo sexo. Comande os movimentos dela e, como na masturbação, peça para ela parar, quando sentir que está para ejacular. Vá dilatando seu tempo.

Pratique, pode ajudá-lo, realmente. Isso funciona.

Caso, nada disso der certo, procure um urologista. Esse profissional tem todas as ferramentas necessárias para deixá-lo um verdadeiro Dom Juan... inesquecível.

Boa sorte!

Anônimo disse...

Tenho 21 anos e sofro de ejaculaçao precoce, so iniciei a minha vida sexual com 18 anos e desde entao sempre tive esse problema nao sabia que tinha tratamento uma vez que minha mulher é muito compreensiva disse para preocurar ajuda, eu nao sabia por onde começar(principalmente porcausa dos preconceitos) mas resolvi vir a net ver se tinha alguma coisa, como ja tive e ver as respostas que deu aos amigos mais acima vou tentar fazer o mesmo... Muito obrigado pelos seus conselhos

Lelo disse...

É um sinal de evolução e humildade, qualidades importantíssimas num ser humano. Parabéns por escolher modificar sua qualidade de vida para melhor, e por ter uma companheira tão generosa e compreensiva.

Os urologistas têm sua formação voltada para esse propósito, cuidar dessa delicada parte do corpo masculino. Para os problemas advindos de ordem psicológica, existem os psicólogos e os psiquiatras. Nada de neuras e preconceitos, afinal quem cuida de sua saúde é você.

Abraços, e me desculpe pela demora na resposta.

Anônimo disse...

meu marido tem esse problema eu sofro muito, pois fico sempre exitada. amo muito ele e sou compreesiva, mas e muito dificil. sou muito jovem e tem dias que minha cabeca ate doi pq sinto muito desejo. o que devo fazer pra ajuda lo e ser feliz tambem no sexo?

Lelo disse...

Olá, amiga!

Bom, primeiro há várias formas de se oferecer prazer à uma mulher. Por isso, as preliminares são como a preparação para o "grande final". Se antes da penetração não brincarem bastante (no sentido malicioso da palavra), ele estará pertíssimo do orgasmo, enquanto você, ainda nem começou a escalar os degraus do prazer.

Se você o ama, e ele é compreensivo, fale com jeitinho a ele as coisas que você mais gosta. Peça que ele as faça em você. Afora isso, há tratamento para ejaculação precoce, esse incômodo que destrói tantos relacionamentos. Converse com seu marido a respeito do assunto. Incentive-o a fazer uma consulta a um urologista - que é o especialista nessa área.

Não tenha medo de exigir prazer, uma vez que você oferece a ele. Mas use o bom senso, o jeitinho de mulher... aquele papinho ao pé do ouvido...

Outra coisa: nada de já irem para os finalmente... pode parar por aí. Comece pelos beijinhos, pelas mordidinhas... faça ele descubrir o segredo do seu corpo.

Abraços

Anônimo disse...

gustava de saber se sofro de EP...
eu quando ejaculo... fico sem "tesão"...
será q sofro de EP?

Lelo disse...

Amigo...

Evidentemente, após a ejaculação, qualquer homem fica sem tesão, pois o ato sexual já foi praticado até o seu clímax, que é o orgasmo, a ejaculação.

É bom esclarecer que após a ejaculação, existe o momento de repouso dos hormônios sexuais (vamos assim dizer), nesse caso, o pênis amolece, e são precisos novos estímulos (visuais, toques, etc.) para recomeçar a excitação.

Caso, depois de algum tempo (aí, é de acordo com cada organismo), a ereção se inicia, com a excitação provocada pela companhia. Se isso não ocorre com voc~e, depois de dado um tempo, é necessário consultar um urologista. Ou, se você se dá por satisfeito com uma transadinha, tudo bem. Também a libido, o desejo, a companhia, são fatores importantes na ereção do pênis.
Abraços

Anônimo disse...

Meu nome é Vinicius tenho 16 anos e tenho muita dificuldade em segurar minha ejaculação, já tive varias relações com garotas da minha idade e sempre acontece isso, não consigo segurar por mais de 2 minutos e acaba ficando chato pois grande parte das garotas me tem como desejo e quando vamos transar acaba sendo um pouco vergonhoso para mim já que não consigo controlar minha ejaculação.O que devo fazer ?

Lelo disse...

Olá Vinícius!

Precisaria saber se isso também acontece na sua segunda transa (demora mais?). Note: a ansiedade leva à situações em que perdemos o controle dos nossos sentidos e sentimentos. Toda aquela excitação, provocada pelas preliminares (acredito que você capriche no trato à sua companheira), vai já antecipando o momento da penetração. Então, qual a grande dica: no momento que antecede a penetração, procure se desconcentrar enquanto explora todo o corpo da sua namorada, apesar de muito prazeroso, é necessário reprimir aquele desejo animal de literalmente "comer" aquela pessoa.

Conseguido esse importante desligamento nas preliminares, provavelmente você estará num ponto bem anterior à ejaculação, assim sendo, demorará mais que os dois minutos habituais.

Como você é jovem, creio que não seja difícil para você obter nova ereção após a primeira transa, não é? Então tente o seguinte: dê uma escapadinha antes de começar a transa, e masturbe-se, até ejacular. Depois, imediatamente, comece as preliminares com a parceira. Vai ver que o tempo, quando da penetração, vai ser bem maior, aproximando-se de um tempo razoável para uma plena satisfação sexual de ambos. Mas, assegure-se de que está caprichando nas preliminares, as mulheres adoram isso antes da penetração e, quanto tempo mais você se dedicar à garota, você estará adiantando o processo de orgasmo dela. Assim, quando você a penetrar, ela já estará "quase lá", aí é só ir para a galera.

Abraços e boa sorte

Anônimo disse...

Boas, tenho 23 e acho que sofro de ejaculação precoce, iniciei a minha actividado sexual aos 19 e gostaria de confirmar o meu problema. Praticamente conto pelos dedos as vezes que fiz sexo com uma parceira e sempre me senti frustado por não conseguir dar prazer suficiente porque tinha uma ejaculação muito rápido, umas vezes mais rapidas do que outras. Quando iniciei a minha actividade sexual, fiz com perservativo e como queria ter cuidado com a minha parceira (por ela e eu sermos virgens), as primeiras vezes foram sempre lentas e lembro-me que duravam bastante tempo mas provavelmente não estavamos a ter muito prazer. Recentemente tive uma relação com outra mulher e esta tomava a pilula ou seja, raramente usava perservativo e ai comecou a surgir o meu problema, rapidamente tinha ejaculação e sentia frustado por isso. Tive a ler as varias solucoes apresentadas e provavelmente vou ter dificuldade porque a nivel de masturbação, por muito que tente a nivel visual, a ver um video porn ou algo do genero nao me excita tanto como quando era mais novo e tenho mais dificuldade em ejacular. Reparei tambem que so tenho este problema na penetração, porque quando ela me faz sexo oral sinto que tenho pleno controle e nao ejaculo facilmente.
Infelizmente a minha relação com ela terminou e sinto que este foi um factor primario apesar de ela me desmentir, se calhar pode ser sinal da minha frustação.
Sobre preliminares sempre tive o cuidado e sempre tentei dar o meu melhor, por sinal dura muito mais tempo do que a penetração em si, nem se compara.
Simplesmente gostava de aguentar mais tempo e estou a pensar sériamente em consultar alguem do ramo para puder tratar deste problema.

Lelo disse...

Olá, amigo!

Pelo que li, pude perceber uma saída rápida para o seu problema: usar preservativos. Note bem, você descreveu que suas primeiras transas, apesar de não darem muito prazer a ambos, demoravam muito mais para você chegar à ejaculação. Então, poderia ser a camisinha um fator que contribuiu para retardar o seu processo de orgasmo.

A diminuição do contato, através do uso do preservativo, que o pênis vai ter ao fazer a penetração, pode retardar, e muito, o tempo da sua ejaculação. Além de mais seguro, você poderá satisfazer completamente sua amante. Experimente, agora, depois de mais experiente.

Outro fator me chamou a atenção: o fato de você se controlar, quando da prática da felação. Pode ser que você tenha incutido em sua mente todas as informações das suas primeiras transas (acredito que nas que você citou, não havia a prática de sexo oral por parte dela).

O preservativo, por si só, já é um elemento "extra", que diminui, consideravelmente, o contato entre os genitais. Daí, muitas pessoas que sofrem com o problema da ejaculação precoce se utilizarem do preservativo como forma de poderem dar mais prazer às amantes e, ao mesmo tempo, ir se adaptando à nova condição, retirando de sobre os onbros, toda aquela ansiedade e complexos advindos da ejaculação rápida.

Espero ter contribuido, porém, os uroologistas tem a palavra final, novas técnicas, medicamentos, etc.
Abraços e sucesso

Lelo disse...

Nota do Editor

A glande - aquela pele que fica na junção entre a cabeça do pênis, e sua parte mais elástica (o resto do membro) - é extremamente sensível. Portanto, o uso de preservativo, diminui o contato dela, com os genitais da parceira sexual, ou mesmo no sexo oral.

Anônimo disse...

Ola, tenho 15 anos e sofre deste problema. mas nem sempre foi assim ha um ano quando iniciei a minha vida sexual isto nao me acontecia. começou a acontecer a uns 3 ou 4 meses. ando muito em baixo com isto, mas tenho muita sorte porque a minha namurada me percebe e apoia-me muito. isto apenas me acontece na primeira transa. na segunda, terceira e nas seguintes nao me acontece e seguro o tempo que quero.
mas acho que com estas soluçoes que encontrei aqui neste site vou conseguir superar o meu problema.
obrigado a quem escreve este site. ajudam muito.
abraço

Lelo disse...

Olá, amigo.

Natural, o que acontece com você. Com sua idade, os hormônios à flor da pele, associados à ansiedade - aquela vontade de devorar a pessoa imediatamente -, são fatores que disparam o gatilho da ejaculação precoce.

Como você disse, o problema se resume à primeira transa. Na sequência, as outras ocorrem sem problemas. Experimente se masturbar antes da primeira. Compare o seu desempenho.

No mais, se o problema persistir, demore mais tempo nas preliminares, deixando sua parceira no ponto. Aí, mesmo que você ejacule rapidamente, ela já estará pertinho do orgasmo. Convide-a a terminarem juntos, é muito excitante.
Abraços

Anônimo disse...

OLÁ, li atentamente as todas perguntas e respostas:Fiquei imensamente satisfeita com todas e também segura ao percerber que havia veracidade!Bem:o meu caso é semelhante ao de todos, pois tenho um namorado q sofre da EP,ele ja tem 40 anos e segundo diz ja fez tratamento e a medicação que tomou alterou em alguns pontos o metabolismo dele.Eu sempre brinco no nosso momento intimo para ver se demora,ja teve alguns momentosq demorou um bocadinho mas da última vez ñ demorou quase nada pois ele veio com uma sede louca para penetrar.Ele reluta muito em ir ao um especialista,também não sei se ele fala a verdade quando diz que ja foi.Gostaria que pudesse me ajudar a fazer outras tecnicas com ele para ver se a coisa flui.Desde já agradeço pela atenção

Anônimo disse...

Tenho 21 anos, comecei a vida sexual com 18. Sofro desse problema Com a masturbação, atinjo a ejaculação muito rapidamente. Percebi que quando bebo, a ejaculaçao retarda. Nao quero fazer disso um hábito. Qual o antidepressivo mais indicado para poder conter minha ejaculaçao?

Anônimo disse...

Boas. Tenho 18 anos e sofro de ejaculaçao precoce, ja recorri a um urologista e ele receitou-me uns comprimidos que se chamam PRILIGY, eu apenas tomei tres porque eles sao muito caros. Nao fez efeito nenhum pois sem preservativo, depois da penetraçao nem 5 minutos atinjo, com o preservativo ja dura um pouco mais. mas raramente chega aos 10 minutos. Acha q os comprimidos fazem efeito se tomar mais?

Lelo disse...

Olá, amigo.

Evidentemente que, se o médico prescreveu esse medicamento para você, é para que faça uso durante determinado tempo. Que eu tenha notícia, nenhum medicamento faz efeito imediato, requer tempo para adentrar no organismo, trazendo, então, os benefícios alegados pelo seu médico.

Na dúvida, entre em contato de novo com o urologista, e pergunte a ele qual o tempo do tratamento.

Dica: a glande, aquela pelezinha que liga a cabeça do pênis ao restante do membro é um fatores da hipersensibilidade do pênis, aumentando o tesão, e com isso, antecipando a ejaculação. Exercite o seu pênis, sem chegar ao orgasmo. Com isso, a glande ficará menos sensível e, com o uso de preservativo, você obterá ótimos resultados.

Mas, note: a palavra final é do seu médico, ik?
Boas festa e um 2010 bem prolongado e prazeroso

Anônimo disse...

Olá tudo bem me chamo Eduardo tenho 23 anos doutor, sofro dos mesmos problemas que foram relatados aqui; começo bem a tranza mais na hora q penetro começo logo a ejacular. Doutor quando eu era mais novo quando ia me masturbar pela pressão de chegar alguem é me ver sempre me masturbava muito rapido será q isso foi um fator do meu problema . Doutor estou prestes a me casar ainda não fiz relação com minha noiva estou comedo de decepcionar ela no ato será q existe um remedio eu digo um medicamento pra retardar a ejaculação por favor me responde logo obrigado.

Anônimo disse...

Pois bem, estive a ler tudo isto. Mas nunca ouvi sequer falar do caso do meu namorado. Eu não sei se ele tem ou nao ejaculação precoce, porque normalmente, a ejaculação dele é rapidissima, é basicamente, penetrou, ejaculou. A nossa relação já e' longa e no inicio nao era assim, vem praí de há 6 meses para cá. Eu acho que é psicologico, mas por outro lado, nao acho que seja só isso.
Passo a explicar: Usamos sempre preservativo por ser melhor para os dois e há uns tres meses atrás, isso melhorou. Ele já aguentava algum tempo. Mas o que mais me intriga, é que, as poucas vezes que saimos e digamos que ele bebeu um pouco demais, tudo correu às mil maravilhas. Passou de um minuto para horas! Tendo várias ejaculações mas nunca perdendo a erecção. Não entendo, e gostaria que me aconselhasse o que será melhor para resolver isto, pois estou farta de o ver deprimido por causa disso.
Obrigada.

Anônimo disse...

ah, esqueci-me, o meu namorado tem 21 anos.
Obrigada.

Anônimo disse...

boas.tenho 16 anos e acho q tenho EP,
penetro a minha namorada e antes da 8 penetraçao estou me ejaculando.
tenho procurado na net, dizem para praticar quando urino para a urinaçao. vou tentar esse tbm da masturbaçao. vou tentar falar com minha namorada, mas tenho um pouco de vergonha, mas sei q ela me ia enteder perfeitamente. vou tentar resolver sozinho e se daqui 1 mes ou 2 nao der resultado falo com ela

abraço e um muito obrigada a todos pois todos ajudam a sulucionar o problema

Lelo disse...

Olá amiga!

A bebida alcoólica, principalmente os fermentados, como cervejas e vinhos, são vasodilatadoras. Nesse sentido, em doses razoáveis até podem ajudar na ereção do pênis. Também há o fato que, se consumidas em doses maiores, tendem a deixar a pessoa em estado de torpor, e com isso, a pouca sensibilidade nas regiões periféricas, incluindo aí, o pênis. Portanto, não é para se espantar pelo fato de seu namorado aguentar muito mais tempo, quando ingere mais bebida alcoólica do que o normal.

Eu sugiro uma consulta ao urologista, que pode, numa conversa pessoal, indicar alguns métodos alternativos, entre eles, medicamentos, que possam melhorar sua performance, deixando-o mais auto confiante.
Abraços e boa sorte no relacionamento.

Anônimo disse...

caro amigo depois de ler tudo, gostaria de por a seguinte questão,tenho 39 anos e acuse sempre ´ só com minha esposa não consigo me controlar por muito tempo,dado que ja tive casos,que com outras aguento bastante.porque será?'

Anônimo disse...

Boa noite. gostaria que me ajuda-se num outro assunto, se possivel. tenho um alto no lado esquerdo do penis e se estiver varias horas sentado começa a doer, se carregar sinto algo tipo a deslocar-se. agradecia uma resposta. obrigado

Anônimo disse...

mas eu so tenho 16 e sou da zona oeste.. nao é facil encontrar um urologista, como faço?

Lelo disse...

Olá, amigo!

Basta uma pequena procura no Google e você acharia. Mas, como está muito preocupado, fiz isso para você, veja os links:

Neste link você achara uma lista de urologistas por região:
http://www.sbu-sp.org.br/site/index.php/encontre-seu-urologista.html?order_by=zone&sort=asc&page=22
Estes dois são da Zona Oeste:

http://www.helpsaude.com/Menu/especialidade.urologia/l.jardim-silvia-zona-oeste-sao-paulo-sp/

http://www.hotfrog.com.br/Empresas/Instituto-De-Urologia-Zona-Oeste

Boa sorte, qualquer coisa em que possa ajudar, pode contar comigo.
Abraços

Anônimo disse...

ola boa tarde tenho 18 anos e o meu caso e muito parecido com um desses assima.E doutor quando penetro meu penis na vagina passado 1 a 2 minutos ja estou ejaculando essiste algum medicamento para meu poblema?
des de ja agradeço abraços e e´pero resposta

Lelo disse...

Urologistas são a melhor solução para o problema, também é possível que, no seu caso, a psicologia possa influenciar positivamente. De qualquer maneira, você é muito jovem ainda, procure ler todas as perguntas e respostas. Há dicas interessantes nelas.
Abraços

Anônimo disse...

Bom dia, li esses relatos e infelismente enfrento esse mesmo problema. Meu marido sofre de EP e tenho sofrido muito com isso. Passamos até 1 mes sem termos relações e ando estressado com essa falta de interesse da parte dele. Sei que já nos ofendemos muito em discussõs e sempre no meu estress acabo culpando ele por isso, tento ser compreensiva mas não vejo interesse da parte dele de procurar ajuda, mas sei que ele também sofre com isso. As vezes ele ejacula nas preliminares e eu fico a ver navios...Sou uma mulher cheia de fetishes como fantasias, óleos, mas nem dá tempo de usar e ele nem se interessa por essas coisas. Ele é muito calado e não comenta sobre o passado, ele tem 29 anos e no começo do namoro era muito carinhoso que até me supria em partes, mas agora estamos vivendo quase sem contato por um desses ser os motivos de me distanciar pois acho que ele não se interessa em me satisfazer. Sei que ele me ama pois é um marido muito responsável em tudo, mas isso tem me deixado até depressiva e sem auto estima, como posso ajudálo? Ele fez uma cirurgia de fimose a uns 4 anos ele disse que depois disso o caso se agravou por sentir sensibilidade no local, mas já possuia esse problema antes. O que devo fazer?

Anônimo disse...

boas! eu a masturbar me consigo prender a ejaculaçao, mas no acto sexual é me muito dificil... é ejaculação isto?

Lelo disse...

Olá amiga, desculpe-me pela demora em responder.

Li, atentamente, o seu comentário e, desculpe-me a franqueza, não concordo muito com sua postura em relação a seu marido, explico:
veja seu comentário: "Sei que ele me ama pois é um marido muito responsável em tudo, mas isso tem me deixado até depressiva e sem auto estima..."

Ora, se ele te amasse realmente, tentaria de alguma maneira satisfazê-la sexualmente. Para isso, seria inevitável que ele procurasse um urologista e colocasse um fim nesse estado de coisas entre ambos.

Veja bem, se ele realmente sofre por não satisfazê-la, não seria ele o primeiro a procurar ajuda? Ou, ele está acomodado com essa situação e, tendo em você uma mulher fiel e extremamente paciente, nada faz para alterar essa situação?
Se você já teve várias conversas com ele sobre o assunto, expôs seus desejos e carências a ele, mas nada aconteceu, estaria você errada, ou ele?

Um homem de 29 anos tem muito combustível para o sexo. Então, mesmo tendo ejaculado nas primeiras preliminares, nada o impede de proporcionar prazer à sua companhia (você), começando uma segunda relação sexual. Ou ele, fica impotente, depois? Caso, seja essa a resposta, aumenta ainda mais a urgência da procura por ajuda médica, e isso somente cabe a ele fazer.

Espero ter clareado um pouco essa questão para você, amiga. Sua parte você já fez, e pelo visto com muita dedicação e sacrifício. Será que ele quer, realmente, melhorar?

Desejo-lhe boa sorte, e que tudo tenha um final mais positivo para você e para ele.

Lelo disse...

Caro amigo anônimo

Não entendi muito bem sua pergunta. Porém se você tentou me dizer se é ejaculação precoce acabar rapidinho o ato sexual depois de haver penetrado a amante, a resposta é sim.

Sugiro a você ler atentamente as perguntas e respostas desse artigo. Você encontrará nas repostas acima o que está procurando. Em todo o caso, indico a você o uso de camisinha, independentemente se a parceira é antiga ou sua mulher. Experimente, e depois você me diz como foi seu desempenho, ok?

Anônimo disse...

boas,tenho 31 anos e eu acho que semore tive Ejaculaçao percorce, pois desde que comecei a mastrubar-me que ejaculava muito rapido...agora sou casado e as coisas tao a piorar!!!para alem de a minha mulher não se intereçar muito por sexo(pode ser por eu sofrer de ep)também ando a tentar ser pai, a anciedade é muita...que devo fazer?a ejaculaçao percorce tambem pode ser um problema para engravidar?acha que devo consultar um médico? Ajudem-me se for possivel...quero ser feliz

Anônimo disse...

Olá, meu nome é João tenho 18 anos, e durante minha juventude, sempre tive relaçoes sexuais normalmente. há 1 mês e meio ando tendo problemas com ejaculação momentos depois de começar a penetrar, e chegou até nao ficar ereto uma vez. Talvez possa ser psicologico? Aconteceu com amigos, e eu fiquei com isso na cabeça na hora...e quando foi acontecendo mais repeditamente eu ficava com medo e acontecia novamente. E o uso de drogas influencia nisso?
Obrigado!

Lelo disse...

Olá amigo? Nas suas perguntas está a boa solução. Consultar um médico urologista para que este possa fazer o diagnóstico completo é muito importante.
Imagine-se depois da consulta: todos aqueles pensamentos negativos começarão a abandonar sua mente, e com o tratamento (seja ele recomendado pelo médico) em andamento tudo tenderá a ser melhor para sua autoestima e, com isso, poderá ser um bom pai, um maridão que chega junto e não deixa a mulher na mão, afora seu prazer que terá um ganho de qualidade. Se tudo isso não te fizer um homem mais feliz, eu desisto rs

Não perca mais tempo, amigo. Vá assim que puder ao médico, vá ao encontro da sua felicidade, ela está em seu poder. Decida-se "querer".

Forte abraço
sucesso!

Lelo disse...

Olá João.

Boa parte do seu problema está relacionada à sua "cuca". Muitos homens costumam ficar com a pulga atrás da orelha quando se levanta essa assunto. Aí, mexe de lá mexe de cá, e você já está neurótico com a possibilidade de vir a ter problemas de ejaculação precoce e ereção (essa última é mais cruel). Se você for dando linha para esses pensamentos, acabará sentindo todos os sintomas mais agudos da Ejaculação Precoce.

Alivie seu pensamento dessa "neura". Um homem saudável com sua idade, impotência somente se houver problemas de origem orgânica e/ou psicológica. Quanto à ejaculaçao, procure "treinar" em casa bastante, e na hora que sentir que está para ejacular, pare e imagine uma coisa bem sem graça. Recomece, e procure não ter pressa para chegar ao fim.
Esse procedimento poderá ser feito com a ajuda de uma mulher (caso tenha uma namorada mais compreensiva e mais amiga). Caso não tenha alguém assim, pratique sozinho, sempre observando os seus limites, aumentando-os sempre. Não é necessário contar o tempo, apenas sinta o prazer de outra forma, mais lentamente, procurando sempre ficar na direção dos seus sentimentos. Ok?!

Quanto ao uso de drogas, aviso: drogas podem, sim, com o tempo, levarem seus usuários a dezenas de complicações de saúde e, dependendo da droga em si (crack, morfinas, ópio, heroína) cujo efeito é devastador ao ser humano, podendo levar à dependência química na primeira dose, quanto levar a óbito uma pessoa que faz uso desse tipo de droga. Claro, que as outras, como as anfetaminas, cocaína, também tem uma grande participação nesse rol, além das costumeiras combinações: drogas/álcool, uma verdadeira bomba para o organismo humano.
Ademais, o alcoolismo pode trazer a impotência, assim como a excesso de consumo da "erva", pode levar ao completo desinteresse sexual, social etc.

Forte abraço

PS: mente vazia é oficina do diabo.

Anônimo disse...

OLA MEU NOME E TIAGO TENHO 16 ANOS QUERIA SABER ALGUM METODO DE SEGURAR MINHA EJACULAÇAO,TENTHO UMA NAMAORADA DE 22 ANOS E QUANDO COMESAMOS A NAMORAR EU DEMORAVA ATE 1HORA E MEIA PARA GOZAR AGORA E NOMAXIMO 10 MINUTOS TENHO 6 MESES DE NAMORO QUERIA VOLTAR COMO ERA ANTES NO COMEÇO DO NAMORO
DESDE JA OBRIGADO

Marcos disse...

Olá, tenho 28 anos e recentemente cerca de 1 ano passei pela retirada de um tumor e desde então não consigo mais controlar minha ejaculação. Antes do ocorrido, era muito complicado para eu chegar ao mesmo, tendo que muitas vezes me concentrar e muito para ejacular. Só que agora minha noiva mal começa o sexo oral ja ejaculo. E o pior é que as vezes nem sinto!!!! O ideal seria procurar um especialista? Desde já agradeço a atenção,

Marcos

Lelo disse...

Olá amigo.

Já dei essa resposta em outro comentário. Porém, vai uma dica: pede à ela que te masturbe, na medida que você sentir que vai ejacular peça à ela que pare. Repita isso diversas vezes. Agora, já na transa em si, vá na posição papai-mamãe, você por cima dela, vá controlando a transa, percebeu que está chegando a hora de ejacular, pare. Recomece, até que aquela ansiedade toda vá embora e prossiga até o fim.

Como um treinamento não termina no primeiro exercício, essas dicas têm que ser experimentadas várias vezes para que surtam efeito, ok?

Use camisinha, o contato direto do pênis com a vagina aumenta o prazer, e com isso a ejaculação acontece mais rápido.

Abraços e boas transas, lembrando-se sempre que uma transa legal começa sempre por uma sensacional preliminar.

Lelo disse...

Olá Marcos!

Você mesmo perguntou e respondeu. Veja: "Antes do ocorrido, era muito complicado para eu chegar ao mesmo, tendo que muitas vezes me concentrar e muito para ejacular". Após a cirurgia (esqueceu-se de dizer em que local), a sensibilidade do seu pênis voltou à normalidade e você nem se deu conta disso, que tudo havia ficado diferente, mais prazeroso. Até aí, nada de anormal.

O fato é que em seu relato você afirma que ejacula sem sentir, e isso já determina uma visitinha a um urulogista para que esse profissional possa fazer o acompanhamento de seu caso. Ele certamente poderá te ajudar!
Te desejo boa saúde e ótimas transas!

Anônimo disse...

Boa tarde, aos 27 anos não esperava que tal me acontecesse. No inicio do acto perdi a erecção, na 1ª vez que ia-mos ter sexo juntos.
Muito constrangedor! Deve ser ansiedade...

Anônimo disse...

meu nome é DJ reriton xuxa e goso depois de 3 bombadas e uso drogas .. sera q é esse o motivo?

Anônimo disse...

oi tudo bem meu no é marcio tenho 26 anos eu tambem tenho ejaculaçao precse ja tentei fazer esses exercicios mas a minha mulher não éconpreenciva ela não me ajuda e nã quer que eu fassa isso ñ sei o que eu posso fazer ja faz 3 meses que não fasso sexo com ela eu estou perdido eu demoro menos de 1 minuto para ejacular
o que posso fazer me ajude por favor

Lelo disse...

Ei, amigo... isso é completamente normal, acontece. É extremamente frustante para os homens, mas acontecem muitas vezes situações idênticas à sua.
Todo aquele desejo por aquela mulher, contando os segundos para tê-la e... nada com o "menino".
Falou tudo, amigo. A ansiedade é tão perversa com nossa mente, sobretudoe quando não temos nenhum mecanismo de controle sobre nós mesmos, por isso é bom começar a exercitar o autocontrole, muito antes de qualquer relação que requeira algo mais que uma boa conversa.

Forte abraço

Lelo disse...

Ao DJ

Amigo, sexo não é só penetração, e as delicias das preliminares que preparam os amantes para o clímax do prazer, que é o orgasmo. Se não houverem boas preliminares, não adiantará "bombar" a noite inteira, como nos filmes pornôs que existem por aí.
Agora, em muitos dos comentários acima, dei algumas dicas de exercícios para a melhora do desempenho sexual masculino. Preste atenção nelas, estou certo que você conseguirá dar muitas bombadas antes de ejacular.
Abraços

Lelo disse...

Ao Márcio

Olá amigo! Dsculpe-me adentrar na sua intimidade conjugal, mas sua mulher deveria lhe ajudar, é minha opinião. Visto que isso não é possível, e que seu relacionamento pode estar correndo risco, somente posso lhe aconselhar uma consulta a um urologista. Nada de vergonha ou pretensos tabús, pense o quão bom vai ser você dando prazer à sua mulher... ou à(s) outras(s).
Existem medicamentos bem específicos para a EP - ejaculaçao precoce, gerada pela hipersensibilidade peniana, potencializada pela ansiedade causada pelo ato sexual.

Além do que, caso nada orgânico seja diagnosticado pelo médico, pode ter certeza que o motivo que o leva à ejaculação rapidamente, em torno de um minuto, está na sua mente. E, ainda assim, terá num psicólogo o abrigo para por fim às suas angústias.

PS: mesmo que sua mulher não o ajude, continue a praticar, masturbando-se e controlando a ejaculação. Pense dessa maneira: o pênis é meu, eu ejaculo a hora que eu quiser. Seja dono do seu "instrumento de prazer".

Forte abraço

Anônimo disse...

ola tenho 17 anos e comecei a minha vida sexual a uns 6 meses... quando fico muito tempo sem fazer sexo com a minha namorada, nas 1as vezes ejeculo muito rapido.. mas outras vezes nao.. aguento.. nao sei se tenho ejeculaçao precoce ou nao.. porque so acontece as vezes...
obrigado pela atencao :)

Lelo disse...

Oi Amigo!

Com 17 anos eu ejaculava sem tocar no pênis, somente por ter contato com uma mulher...
Sempre fiquei encucado com minha sexualidade tão aguçada, porém, com o passar dos anos, notei que há muitas diferenças entre nós, os homens. Uns, demoram um tempão para conseguir se excitar e às vezes nem conseguem ter ereção ou, depois da primeira transa, podem esquecer da segunda.

Já outros, têm ereções seguidas, basta ter estimulação visual ou pelo tato. Nesses casos é que são mais comuns a ejaculação precoce. Porém, como você bem disse, o tempo em que você ficou sem transar pode ter colaborado para o excesso de excitação e ansiedade. Por isso, nada de preocupações, amigo. Treine... e muito. Ah! use a camisinha, ela o ajuda a segurar mais sua ejaculação, além de preservar a você e a sua companheira das DSTs.
Abraços

Anônimo disse...

sou o rapaz que postou(17 anos bla bla)..
desculpe tar a postar outra vez..
ent qual o seu conselho?acha que nao tenho ejeculação precoce?
Abraço

Lelo disse...

Oi amigo, parece que deixei clara a minha impressão no meu comentário, mas não custa nada repetir: pelo seu relato, é normal acontecer ejaculações precoces na sua faixa etária e ainda mais com tanto tempo sem transar. Se, depois, tudo se normaliza, isto é, se consegue demorar mais, tudo normal. Ademais, com essa idade um homem pode ter diversas relações numa única noite (ou dia, quem sabe?!).
Caso persista o problema, com o passar do tempo, é bom ir a um urologista.
Até mais, amigo ansioso (vê onde está o problema???!

Anônimo disse...

Começei a namorar a um mes com um menino eu tenho 17 e ele 22 esses dias famos ter nossa primeira relação e ele me falou q sofria de ejaculação precosse mais q já tinha preoucurado o médico e q tava se tratando. Queria ajudar ele mais ñ sei como o q devo fazer?

Anônimo disse...

Tenho 30 anos, sou casado e tenho EP, já fui a 2 urologistas ambos me disseram que eu não tenho nenhum problema físico, um deles me sugeriu uma psicóloga, depois de frequentar algumas sessões até senti uma melhora mas acabei parando de ir. No final das contas vejo que mesmo quando tive uma melhora nunca tive controle total sobre a minha ejaculação e continuo não tendo, às vezes consigo prolongar um pouco mais interrompendo a penetração mas isso também é ruim porque tira a minha esposa do clímax que ela estava. O que devo fazer mais?

Anônimo disse...

ola boa noite, tenho 18 anos e a tres dias tive minha primeira experiencia sexual, e vim aqui para dizer o fato e consequentemente obter conselhos. Veja eu e minha namorada começamos comas caricias antecipadas logo nas preliminares eu ja estou quase subindo nas paredes e quando começamos a relaçao sexual nao chegou a passar um minuto e eu ejaculei. A minha duvida é a seguinte eu queria usar camisinha porém ela disse que ela se sentia mal tendo relaçoes com o preservativo, e entao transamos sem, e aquilo ficou no meu pscologico com medo de acontecer algo de errado como ate mesmo engravidar ela, e isso ficou na minha cabeça e acho que isso causou a EP. O que voce acha desse fato ocorrido? Pode ter sido o pscologico?

desde ja agradeço a atençao

Anônimo disse...

Ola, tenho 16 anos! Comecei a fazer sexo desde os 15, e no momento da penetração, em 2 minutos consigo-me logo vir :s o que não penso que não da nenhuma satisfação a minha companheira nem a mim, queria que conseguisse com que a durasse muito mais tempo a "vir-me" do que em 2 minutos :s
há alguma dica?

Anônimo disse...

Tenho 29 anos e comecei as minhas relações aos 21! Ao inicio as coisas não correram nada bem ejaculava muito rapidamente, não conseguia ter controlo da situação. Com o tempo fui aprendendo a segurar um pouco mais a ejaculação, chegando a conseguir manter uma relação superior a 30m (com paragens). O que fiz foi sempre que estou para ejacular, paro e removo o pénis da vagina ou peço à minha parceira para parar (Um dos exercícios que aconselham aqui). No entanto continua a ser complicado conseguir penetração superior a +-3m sem pequenas paragens. Ou seja tenho de parar diversas vezes para manter a relação durante mais tempo, mas acho que esta situação não beneficia a minha parceira, pois muitas das vezes que ela está a ficar mais entusiasmada, vejo-me obrigado a parar para não ejacular antes dela chegar ao orgasmo. Ela acaba por se retrair e não chegar lá!
Será que continuo a sofrer de ejaculação precoce? Devo continuar com os exercícios, ou não vai adiantar mais e devo consultar um especialista?

Obrigado desde já.

Anônimo disse...

ola. tenho 20 anos e sofro de ejaculacao precose. os seus comentarios foram muito exclarecedores. obrigado. cumprimentos

Anônimo disse...

olá tenho 46 anos esclerose multipla e sofro de EP sempre foi assim sou casado tenho uma filha com 12 anos e uma esposa expectacular para a poder satisfazer gostava que me ajudassem mal começo a penetração ejaculo será possivel?

Lelo disse...

@ amigo de 30 anos

Pelo que você escreveu, dá para notar que houveram mudanças para melhor com suas seções no terapêuta, mas você optou por parar. Veja bem ha, dentro desses vários comentários, exercícios que, se praticados constantemente, podem melhorar sua vida sexual (masturbação dela em você, mudança de posições para a penetração, menor estímulo de ansiedade provocado pela prática sexual, através de desconcentração no momento da transa, maior tempo nas preliminares, visando oferecer maior prazer a ambos, etc.

Em minha opinião, todas essas dicas, aliadas a seu retorno à terapia psicológica, irão ajudá-lo a ter mais controle mental e sensorial e, com isso, aumentando o tempo da penetração e posterior ejaculação.

Abraços

@ agradeço sua gentileza

Lelo disse...

@ Anônimo disse...
ola boa noite, tenho 18 anos e a tres dias tive minha primeira experiencia sexual ...

A mulher pode sentir alergia a determinado tipo de camisinha, seria bom, nesse caso, ela visitar uma ginecologista para ver as compatibilidades.
O fator psicológico está ligado em mais de 50% dos casos de EP, afora outros fatores como: primeira vez com uma determinada mulher, o tempo decorrido desde a última relação sexual, etc.

Caso persista, depois de já algum tempo de relacionamento estável, procure um urologista.
Abraços

Lelo disse...

@ ... Ola, tenho 16 anos! Comecei ..

Procure ler toda essa seção de comentários dessa página, pois nela estão muitas perguntas e respostas que combinam com a sua.

O segredo é: controle da ansiedade antes da transa, às vezes dias antes...
Abraços

Lelo disse...

@ ...Tenho 29 anos e comecei as minhas relações aos 21! ...

Amigo... sem querer ser pretencioso e invasivo, gostaria de reafirmar minha tese: uma boa relação sexual não se mede pelo tempo de penetração do pênis na vagina. O que vale é o preenchimento dos requisitos básicos para a estimulação dos amantes, ou seja, as preliminares são, na verdade, a parte mais gostosa e prazerosa da relação sexual. Se bem feita, com carinho e bom manejo, na hora da penetração ambos estarão muito próximos do orgasmo.
Agora, se tudo isso vocês praticam, e mesmo assim, você acha que sua mulher não está satisfeita sexualmente, sugiro-lhe que procure um urologista. Não há nada de errado nisso, e você poder tirar essa cisma da sua mente.
Forte abraço

Lelo disse...

@ olá tenho 46 anos esclerose multipla e sofro de EP ...

Olá amigo!

É cultural esse mal, amigo. O fato do homeem não ter evoluido sexualmente através dos tempos. Por isso, encontro tantos homens com problemas de agradar sua companheira. No se caso, especificamente, há limitações de saúde e, evidentemente, não posso avaliar até que ponto seu problema possa influenciar sua performance sexual, principalmente nas questões da ereção e ejaculação.

Porém, como sou insistente nesse assunto, para se dar prazer à uma mulher não é somente com a penetração, embora isso seja muito relevante. Há toda a mística erotizante do namoro, da sensualidade toda que envolve os amantes durante as preliminares. Se o homem se desse conta de quanto prazer pode dar à companheira sexual, somente nas carícias, nos amassos, no tato, na boca, na exploração dos corpos..., enfim, há uma gama de prazeres oferecidos por esses momentos, que nem deveriam ser chamados de "preliminares" porque, ao meu ver, a transa ou relação sexual, começa e termina com um simples olhar, um beijinho, até o ápice que é o orgasmo.

É como se fôssemos construir uma casa, o que precisamos? Das fundações, da base, não é? No sexo, acontece o mesmo, as fundações são as preliminares, e o orgasmo... o toque final! Mas, o básico, aquele tesão todo do namoro, dos corpos roçando e se trançando... isso por acaso não é dar e receber prazer?

Então, amigo, capriche mais nas preliminares, namore bastante antes da penetração, deixe sua mulher no "ponto", aí vocês podem dar o toque final!

Abraços e sucesso

Anônimo disse...

Olá, sou a Patrícia.
Já li todos os comentários e fiquei de alguma forma esclarecida.
Namoro com o Hugo quase há 4 anos, e este problema tem vindo a arrastar-se desde o principio. Na primeira noite que passei com ele,ejaculou várias vezes, sem qualquer contacto sexual, apenas com uns beijos (só há pouco tempo que me contou isto).
Por vezes, ainda acontece o mesmo, e quando não é antes, é pouco depois da penetração.
Apesar de ele insistir para não usar preservativo, usamos porque tenho receio de engravidar. Mas o uso do preservativo, ao retardar a ejaculação, também retarda o meu orgasmo,Para complicar a situação eu também tenho muita dificuldade em atingir o orgasmo, chego mesmo a sentir dores durante a penetração.
Só quando ele está muito cansado, então demora mais um bocadinho até ejacular, e assim algumas vezes consigo atingir o orgasmo antes dele, mas só se eu ficar por cima e estimular muito o clitóris, pois noutra posição não consigo atingir o orgasmo, quando consigo atingir o orgasmo tenho de lhe pedir que pare porque me começa a doer (inclusive uma vez que tentei aguentar um pouco a dor para ele chegar ao orgasmo, o preservativo rasgou, e por isso agora quando doi não insistimos para não voltar a acontecer)
Já não sei se o problema é dele, se é meu, ou dos dois, mas não está fácil continuar assim.
Também já tentei usar preservativos retardantes e ele aguentou mais um pouco, mas eu não me senti bem, e depois de ler o folheto concluí que possa ser da benzocaína contida nesse tipo de preservativos, e pode causar os sintomas que eu senti.
estou a pensar usar um creme próprio para lubrificação da vagina, não sei se resolve o problema mas pode ajudar.
Quando ele ejacula, nós tentamos trocar o preservativo e continuar, umas vezes ele perde a erecção, mas algumas vezes o pénis continua erecto, e eu não lhe dou descanso enquanto não atingir o meu orgasmo, mas por vezes também me dói antes de atingir o orgasmo e tenho de parar.
Muito poucas vezes conseguimos atingir o orgasmo ao mesmo tempo.

Anônimo disse...

Olá, tenho 30 anos e sofro de ejaculação precoce desde de 16 anos. No início achava que era normal, era inexperiente, etc, mas com o passar do tempo, precebi que em nada estava melhorando meu desempenho. No primeiro urologista que fui, ele me disse que era somente psicológico, pois não havia nada de errado com meu pênis. (Tinha cerca de 21 anos na época). Com o passar do tempo, quando tinha uns 25, procurei uma espresa especializada (Boston); lá o médico me disse que eu sofria de excesso de sensibilidade da glande (estranhei, pois às vezes ejaculava antes mesmo da penetração - ainda hj acontece); pois bem, fiz todo o tratamento prescrito, com injeções intrapenianas e massagens.. me senti enganado, pois gastei cerca de 2500 reais e após 8 meses, nada mudou! O médico me disse que a sensibilidade estava boa, e que não tinha mais esse problema, mas a EP nunca cessou. Resumindo, o médico me disse que para continuar o trat. ficaria em mais 2000 reais! Fui enganado uma vez, mas duas não! Aos 27 procurei um psicologo.. de nada resolveu. Com 28 anos procurei outro urologista, que me receitou Donaren, um antidepressivo que retarda a EP como efeito colateral... de nada adiantou! Já perdi no mínimo 4 namoradas pq desse problema, e sinceramente, tenho medo de me envolver novamente pq já me cansei desse problema; não sei mais o que fazer.. procurar outro médico??
Obs: me masturbo cerca de 5 a 6 vezes por semana, já faz um bom tempo, e sempre gozo rápido tb.. isso pode influenciar na EP? No sentido de condicionamento?
Antecipadamente agradeço a atenção

Lelo disse...

Bom, amiga, podemos dizer que o problema é mais seu do que dele, se bem que em um relacionamento a sintonia entre o casal não permite essa afirmação.

Seu problema é, aparentemente, o orgasmo clitoriano. Esse, causa dor em parte das mulheres, causando muito incômodo a continuação da transa para você.
Outra pergunta: deve procurar uma ginecologista para que esta possa lhe prescrever um creme lubrificante, pois pelo que tudo indica, a amiga tem pouca lubrificação, e com o uso de preservativos isso pode acelerar o processo de secura vaginal.
Camisinhas com anestésicos? Nem pensar! Isso diminui apenas o tato, o que significa que será necessária uma carga maior de atrito para que se obtenham resultados mais prazerosos.

Tentem mudar de posição, e peça a ele para manipular seu clitóris, enquanto a penetra. Isso pode resolver a sua satisfação sexual. Vá experimentando os toques dele, encaminhe-o para onde mais lhe excita, assim você conseguirá orgasmos mais interessantes e com menos dor.

Quanto ao casal ter orgasmo simultaneamente: isso é muito difícil de acontecer. Cada organismo, feminino e o masculino, tem diferentes momentos de clímax. Às vezes acontece, e é muito prazeroso para o casal, mas não é tão comum como se vê em alguns filmes (não os pornôs, é claro), aqueles onde a simulação do sexo termina com ambos tendo um belíssimo orgasmo simultâneo.

No mais, é sempre bom procurar um especialista, além de um diálogo sempre franco entre os amantes!
Abraços e sucesso!

Lelo disse...

@Ao amigo...

Sua última pergunta pode conter o problema e uma parte da solução. Normalmente, o homem se masturba quando sente um tesãozinho qualquer, ficou excitado com alguma mulher, uma cena de um filme, e... guarda tudo na mente. Chega num local apropriado e... descarrega esse tesão, certo?
Parece, mas não é! A masturbação tem esse objetivo sim, mas, em muitos casos, como o seu, por exemplo, ao terminar (gozar) tem-se a sensação bem desagradável de que não foi aquelas coisas, não é?
Pois bem, a masturbação é em si mesma a prática sexual que mais nos ensina a conhecermos nosso instrumento de prazer, o pênis. Se, ao invés de querermos simplesmente nos livrar daquelas "tentações" a que fomos submetidos ao ver uma linda mulher, ou ter um contato de leve com ela, nos masturbando feito loucos e querendo "expulsar" rapidamente essas "diabinhas" do nosso pensamento, acabamos agindo e nos habituando com uma ejaculação rápida e, como já disse, muitas vezes sem a mínima graça.

É importante você saber que o problema todo pode estar em sua ansiedade, fator este que o faz ter pressa em resolver tudo na vida: negócios, estudos e, claro, mulheres, prazer.
Comece com masturbações sem que haja um motivo que o levasse à excitação, fuja da rotina.
Caso esteja excitado, ao perceber que o orgasmo está chegando, pare imediatamente. Pense em alguma coisa bem xarope, como o jogador do time rival, por exemplo... rs.
Reinicie o ritual. Faça isso sempre! Esse é o melhor exercício para sua mente poder controlar o seu pênis.
Toda vez que for urinar, demore um pouco mais no tradicional balanço de seu pênis. Estique-o, force a glande, puxe a pele sobre a cabeça de seu mebro. Demore mais algum tempo.

Toda vez que tiver um encontro com aquela gata... nada de ficar antecipando a transa. Equilibre-se! Ansiedade adicionada com tesão = ejaculação precoce.
Se tiver um diálogo legal com alguma "ex", peça para ela masturbá-lo da maneira que descrevi acima, e ao perceber que está já quase embalando, mande-a parar.
A dica seguinte já é na penetração: prefira uma posição onde você tenha controle total de seu membro, entrar e sair. Normalmente, a posição em que a mulher fica sobre o homem, não é a mais indicada, pois você fica sem poder retirar seu pênis quando pressentir a ejaculação.
Depois, vá para o segundo passo: procure estimular muito sua parceira nas preliminares, mas não se envolva tanto (quer dizer, dê uma de prostituto profissional). Deixe-a bem preparada e, quando perceber que ela está para ter um orgasmo, penetre-a. Isso resolverá a parte dela.

Última dica: se você tem facilidade de ereção, masturbe-se momentos antes de iniciar a transa com a gata. Mas lembre-se: o pressuposto é o mesmo, NÃO TENHA PRESSA DE GOZAR!

Existem, sim, medicamentos que comprovadamente inibem a libido, retardando a ejaculação. Talvez o amigo não tenha se adequado a determinado medicamento. Outra: não existe um só médico urologista, é sempre bom procurarmos aquele em que possamos confiar. Isso, só de cara, já pode ser um remédio.

Desejo a você uma excelente vida sexual, lembrando sempre que se o amante "dar aquele trato" na gata, antes de penetrá-la, mais da metade do caminho do prazer (para ela) já foi percorrido. Deixe a ansiedade para ela!

Abraços

Anônimo disse...

Tenho 14 anos e quando me masturbo com porno demoro 4 a 5 m a vir-me mas sem porno demoro tipo 15 minutos. Nunca consigo controlar a ejaculação. será pk ainda n tenho vida sexual, ou pk ainda n deito muito esperma?

Anônimo disse...

meu namorado tem 17 anos e ele mexeu com drogas com a heroina so que ele saiu fez tratamento,naum esta mais mexendo, so as vezes ke ele ten recaida com seu piscicologico mais fora isso tudo bem a minha duvida que keria saber se pelo beijo eu tenho chances de pegar alguma doença que ele adiquiriu quando ele injetava a droga...mais ele não mexe mas com isso e se ele tiver alguma coisa queria saber se corro o risco de pegar oque ele tem pelo beijo???

Lelo disse...

Olá!

Infelizmente, se adquire DSTs através da saliva e líquidos bucais. Como seu namorado foi, ou ainda é, dependente de heroína - que é injetável -, e se ele partilhou a mesma seringa com algum portador de DST, seria melhor ele fazer um teste de HIV.

Me desculpe o alarmismo, mas tenho que ser honesto com você. Pessoas que usam essa droga - que é extremamente violenta, deixando seus usuários completamente dependentes, e cujo tratamento é longo (por isso acho muito pouco provável que somente uma terapia psicológica poderia tirá-lo dessa dependência. Seria necessário uma desintoxicação. E para isso existem clínicas especializadas para usuários de drogas, tais como a heroína, a cocaína, o crack, etc.)

Recomendo que você faça o exame também, afinal sua vida é mais importante que um namoro, por mais que você goste de seu namorado.
Sabe, amiga, quem usa esse tipo de droga, quando está "chapado", nem se dá conta das coisas que faz. Por isso, nem adianta perguntar se ele partilhou a mesma seringa com outros usuários, pois provavelmente ele não poderia lhe responder com certeza.

Vá com calma com esse relacionamento, pense um pouco em você.
Abraços


Nota: eu apenas respondi aqui, nesta postagem que não tem nada a ver com drogas, porque a pessoa comentou aqui e, provavelmente, esperará a resposta nesse espaço.

Anônimo disse...

tenho 18 anos e ja fiz deiversas relaçoes com diferentes garotas e nunca passei de mais de 1 munito no ato sexual sempre ejaculo antes esse processos atnteriormente citados dao realmente resultado tem casos q resolveu ou mesmo ajudou ??

Anônimo disse...

Olá! Tenho 18 anos, e iniciei minha vida sexual a poucos meses. Mas, desde a primeira transa tenho problemas com e ejaculação precosse, porém um fato que me chama a atenção é que mesmo ejaculado rapidamente, a ereção continua normal e a transa também, sem mesmo que minha parceira perceba. Isso esta relacionado com a ansiedade, até porque sempre fizemos meio que escondidos com o receio de alguém chegar derrepente, ou é um outro problema que eu precise buscar alguma ajuda. Vou tentar o métodos da masturbação citado no primeiro comentário. Até mais. Aguardo respostas. Abraço

Anônimo disse...

Olá!
Gostava que me ajuda-se em relação ao meu namorado…
Ele tem 18 anos e ejacula rápido demais… pelo menos na primeira vez. Não acho que seja nenhum problema e entendo perfeitamente, é o homem da minha vida… já falei com médicos para ele ver que alem de não ser o único, é normal na sua idade. Isto pode-se dever como já vi na Net, então ao facto de termos relações muitas das vezes à “pressa” com medo de sermos apanhados.
O que me incomoda nisto não é o facto de ele ejacular rápido…. Até porque como já o disse temos mais de um acto sexual seguido… por isso não se torna nenhum problema… o que me custa é ver a frustração dele depois de ejacular rápido, e pedir-me mil vezes desculpa por ser assim… chega por vezes a virar-me as costas na cama e fica muito quieto sem falar… Isto sim é um problema para mim.
Nós namoramos a 2 anos e sempre foi assim… queria saber mesmo se esses exercícios ao pénis dele são mesmo eficazes… para não ter que estar a tocar novamente no assunto, sem efeito nenhum.
Obrigada

Anônimo disse...

Olá, tenho 20 anos e estou procurando por ajuda nesse caso de EP, tive poucas relaçoes sexuais e sempre com parceiras que não foram namoradas, apenas ficantes, mas sempre as que tive foram muito rapidas.algumas até mesmo antes da penetração ja estou ajaculando na hora em que vou colocar o preservativo ejaculo, e outras logoo apos a penetração. hoje estou namorando e ela é virgem, ja tentamos algumas vezes mas sempre com muita pressão, pois fazemos na casa dela e com medo dos pais ou alguem apareceer e o problema continua... até mesmo quandoo estamos nas preliminares nos exitando chego a ejacular. gostaria que pudesse me dar alguma palavra sobre isso. Des de ja agradeço ao seu tempo e ajuda! grande abraço

kifione disse...

tenho cerca de 22anos e ate hoje as minhas relaçoes sempre foram normais e sem problemas de um momento para o outro tudo mundou,por vezes n consigo obter a erecçao e por vezes consigo mas fraca e quando a tenho pode tornar-se numa ejaculaçao nao desejada, ja pensei q possa ser de eu fumar cigarros ou mesmo droga mas n sei ando com muitas duvidas na minha cabeça e muito preocupado

Lelo disse...

Sim, são comprovados, desde que o indivíduo não possua uma patologia que, nesses casos, são necessárias outras indicações, além dessas.

Abraços, e treine sempre, funciona!!!

Lelo disse...

...tenho 18 anos e já...

Olá amigo.

Aparentemente, tudo tem a ver com a ansiedade. Mas procure fazer os exercícios de masturbação, você verá a melhoria de desempenho que terá.
Quanto ao mais, se você tem várias ereções e, depois da primeira ejaculação, continua potente... manda ver, está tudo certinho.

Abraços

Lelo disse...

@Gostava que me ajuda-se em relação ao meu namorado…

Olá! Sim, amiga, nessa idade é muito comum os rapazes ejacularem precocemente. Na verdade, a ansiedade provocada pelo desejo sexual, potencializa a rapidez do primeiro orgasmo masculino (e, em muitas mulheres, também). O fato que incomoda seu namorado também é confundido com "virilidade" ou conceitos antigos de masculinidade mesclada com "machismo". Onde o homem tem que mostrar à mulher que é suficientemente "viril" para satisfazê-la. São apenas coisas ancestrais, que ficam no subconsciente e no imaginário dos garotos, e depois se arrastam pela vida adulta.

Fale com ele a respeito disso, diga a ele que ele a satisfaz, e de como é gostoso fazer amor com ele, independentemente da primeira transa ser rápida.

Quanto aos exercícios: podem dar bons resultados, ainda mais com uma companheira sexual como você. Não tenho dúvidas que, se ambos fizerem os exercícios indicados, além do prazer que se poderá obter deles, a melhoria da autoestima de seu companheiro fará dele um homem mais feliz ( e você também, pelo seu jeito generoso de ser). Pode confiar.

Homem de sorte, seu namorado.
Abraços

Lelo disse...

@ Olá, tenho 20 anos e estou procurando por ajuda nesse caso de EP...

Como vai amigo? Por acaso, o amigo tem muita ansiedade? Já consultou um psicólogo. Se já o fez, quantas sessões compareceu?
Pelo que você me relatou, seu problema parece estar intimamente ligado à sua ansiedade. Esse deve ser o principal desencadeador de seu problema com ejaculação precoce.

Você leu os comentários desse artigo? Tem muitas dicas de exercícios para o prolongamento da ejaculação. Caso não tenha lido, faça-o com atenção, nuitos deles podem melhorar sua performance sexual.

Lhe devolvo uma pergunta: depois de ejacular, você consegue ter mais ereções, ou não? Se a resposta for sim, acho que numa segunda transa seu desempenho seria melhor... mais longo. Se a resposta é não: procure um urologista, pois o problema deve ser em seu organismo, e o especialista nessa área é o urologista.

Espero ter contribuido para clarear um pouco suas dúvidas. Qualquer coisa, estarei por aqui, só dependo um pouco de tempo, ok?
Boa sorte
Abraços

Lelo disse...

@ kifone

Realmente estranha essa súbita mudança em seu organismo. Pergunto a você: é apenas em relação à ereção que você observou mudanças, ou em outras partes de seu corpo?

Amigo, dependendo a droga que se faz uso, e a quantidade dela, poderá alterar subitamente todas as funções de seu organismo, como um todo.
Todavia, para que você tire essas dúvidas cruéis que lhe massacram a mente, sugiro que consulte imediatamente um clínico geral e, dependendo do diagnóstico, este poderá encaminhá-lo para um urologista.
Nada de pânico! Ainda existem as possibilidades de mudanças hormonais mais acentuadas, problemas de extrema ansiedade e, inclusive, dependência química.

Cuide mais de você, consulte o médico. Quanto antes, melhor para sua saúde, principalemnte a mental, que parece ser o seu caso.
Boa sorte, bastante saúde e bom senso!
Abraços

kifione disse...

sim sinto algumas diferenças no meu corpo tal como a pulsaçao mais acelaradas quando acabo de fumar droga, mas por exemplo antes fazia o mesmo e nao m acontecia nada.

em relaçao ao q falei sinto sim uma erecçao mais fraca e ja m aconteceu ter ejaculaçao precorse . ultimamente tenho pensado sim qe deva deixar de fumar e começar a fazer desporto e ver os resultados e libertar mais a mente

Lelo disse...

Faça isso, Kifione!
Cuide-se mais... a vida não é uma droga!
Ademais, visite um clínico geral, acho muito conveniente para você tirar suas dúvidas.
Abraços e saúde!

Lelo disse...

@ ...Tenho 14 anos e quando me masturbo com porno demoro 4 a 5 m...

Olá amiguinho, é claro que com estímulo visual as coisas vão bem mais rápido. Já com a imaginação... depende da cabeça de cada um!
Abraços, e nada de preocupação.

Anônimo disse...

olá tenho 23 anos e eu não consigo ter uma relação sexual a mais de 1 minuto. tenho uma mulher e ela sempre me disse para procurar um médico mas eu fico com muita vergonha.eu as vezes quando eu durmo sonho que estou a fazer relação sexual eu ejaculo rapidamente.ela quer ter um filho comigo,mas eu não consigo fazer sexo,e ela me disse que vai me deixar,se eu não procurar o tratamento e eu amo ela e não quero perde-la. Me disse qual é a solução para o meu problema. um abraço

Lelo disse...

Olá, amigo!

O que eu posso dizer para você? Se o seu medo ou vergonha de ir a um médico lhe traz tantos prejuízos, então é melhor continuar do jeito que está. Desse modo, provavelmente, você irá perder sua mulher.

Na verdade essa é a minha melhor resposta às suas dúvidas. Quem sabe, não desperta em você uma espécie de raiva em relação ao que eu lhe disse e, de repente, você resolve tratar de sua saúde física e mental.

Largue essa vergonha sem cabimento. É só colocar na balança esses dois fatores: continuar com vergonha de ir a um médico que estudou anos e anos de sua vida, justamente para poder ajudar pacientes com esses sintomas (ejaculação precoce, impotência masculina, etc); ou ficar desse jeito que está: desanimado, deprimido e inseguro em relação ao seu relacionamento.

Prefiro que escolha ir a um urologista. Posso lhe afirmar que não dói nadinha e, caso nada seja encontrado de anormal em seu organismo, poderá então consultar um psicólogo (porque pode ser também um fator decisivo na ejaculação precoce que lhe persegue).

Abraços, tome o rumo de sua vida!
Não deixe a vergonha e o medo serem seus patrões!!!

Anônimo disse...

@ Olá, tenho 20 anos e estou procurando por ajuda nesse caso de EP...

Respostaas e agradecimentos,
Olá novamentee,rs ' Siim Amigoo tenhoo muitaa ansiedade siim qe por vezees chega a seer defeito.
Nunca procureei ajuda de um psicologo não,e esperoo grandemente que seja só mesmoo ansiedade poois isso emcomoda de forma horriveel. eu lí todos os artigos dessa materia e até tenteei tanto na masturbação quanto na penetração com minha parceira o metodo de apertaar entre a cabeça e o "corpo" do penis, na masturbação até qe deu certo mas na penetração tive dificuldade pois acho qe foi um pouco tarde demais mesmo apertando aconteceu a ejaculação (talvez tenha feito de forma errada). Respondendo a sua pergunta eu consigo sim teer ereção após a 1° ejaculaçãao e com seu relato fico mais tranquilo. Agradeçoo enormemente a sua atenção e tempo disponivel para min e para pessoas que precisam de orientação nesse assunto.Deeus te abençoe amigo, so ele te retribuira de uma forma que ninguem podera fazer.
abraçãao

Anônimo disse...

comecei a ter EP a seis meses ja tenho 36 anos e sou casado a 10 anos e nunca havia tido este problema agora começou nao sei o que fazer ultimamnet tenho feito pouco sexo pois minha esposa estava gravida e agora com um nenem de um ano tem alguma relaçao e tambem sofri um acidente de moto e fraturei a prena e ja fiz 7 cirurgia e tomei cetenas de medicamentos para dor, e muito antibioticos existe alguma relaçao.

Lelo disse...

Olá amigo!
Muito provavelmente existem relações entre seu repentino problema de ejaculação precoce, adicionado à abstinência sexual pré-parto a que foi submetido e ainda a ingestão de sabe-se lá quantos medicamentos.

O que posso lhe recomendar é apenas uma consulta a um urologista, pois este profissional poderá diagnosticar precisamente se o uso de determinado tipo de substâncias químicas contida nesses medicamentos todos, de alguma forma, puderam afetar seu desempenho sexual.
Além do fato já citado acima sobre o período sem sexo com sua esposa.
Um abraço e boa saúde

PS: pense também em deixar de pilotar motos.

Anônimo disse...

Olá!
Tenho 22 anos e sofro com a ejaculção precoce.
Comecei minha vida sexual precisamente aos 21 anos, antes disso eu ficava apenas nas preliminares, lembro-me que com 18 anos eu tentei transar a primeira vez, mas como eramos ambos virgens, eu não consegui penetrar e talvez por fazer muita força a camisinha acabou se resgasdo, então não tivemos coragem de dar proceguimento! Desde então não tive mais nehuma tentativa, no entanto sempre me masturbei regularmente.
Mas agora, namorando, senti muito a necessidade de transar e por sinal é muiito bom!
No entanto percebi que minhas ejaculações são muito rápidas, e percebo que minha namorada não fica feliz, de modo que isso me deixa frustrado! Tal como o dia em que ela me perguntou assim que ejaculei,"mas já?" isso me deixou muito preocupado, pois vi que não dou muito prazer a ela! Preciso de ajuda!
Gostaria de saber se pelo fato de na minha adolescencia, eu praticar com intensidade o ato de masturbação pôde ter influenciado esse problema? Porque não sei se é pelo fato de ter uma imaginção muito fértil, eu não demoro tanto a ejacular nem mesmo quando me masturbo.
Será que meu problema é muito grave? Há algum modo de controlar minha ejaculção sem que eu vá ao urologista? Como posso me livrar desse transtorno e dar mais prazer à minha namorada, de modo que não fique frustrado?
Por favor, desde já agradecido, se puderem me orientar nesse sentido!
Obrigado!

Anônimo disse...

Oi!
Tenho 22 anos e tambem sofro de ejaculção precoce!
Como posso controlar esse problema e dar mais prazer à minha esposa?

Lelo disse...

Olá amigo imaginativo...

Primeiro: não há nada o que temer numa simples consulta a um urologista. Não dói nadica de nada, isso é preconceito e tabú, que precisam exraídos das mentes de pessoas excessivamente vaidosas.

Segundo: leia com atenção os diversos casos apresentados por nossos amigos nos comentários. Já respondi a esse tipo de pergunta várias vezes. Tenho certeza de que ao ler os comentários acabará por encontrar sugestões adequadas a seu caso.

Nada de encucar. Pratique os exercícios mencionados nas respostas e, se for o caso, procure um urologista. Bom para você, e bom para sua companheira. Você vai poder levá-la ao paraíso, pense nisso!
Abraços

Lelo disse...

@Tenho 22 anos e tambem sofro de ejaculção precoce!....

Olá amigo!
A dica acima também é para você: leia os comentários. Há muitas dicas de exercícios para serem praticadas por você, e também pelo casal. Siga as instruções com paciência. Não espere resultados imediatos, mas persistam nos treinos, que poderão ser muito estimulantes para os dois.

Acredito que o amigo consiga ter mais de uma relação sexual numa única seção, ou seja, consegue ter mais ereções após a ejaculação.
Pergunto ao amigo: demoram mais? Ou a ejaculação vem tão rápido como na primeira transa do dia (ou noite)?
Se apenas acontecer na primeira transa, não há nada de errado nisso, embora você possa desenvolver, através dos exercícios que estão nas respostas de muitos comentários desta postagem, um maior controle sobre sua ejaculação.
A mesma informação dada ao nosso amigo acima serve para você: caso o problema persista "consulte um especialista".

Abraços

Anônimo disse...

Olá, Tenho 18 anos e tô sofrendo com esse problema de Ejaculação Precoce.

Eu me sinto muito frustrado sexualmente, até porque sempre acabo ejaculando primeiro que a minha namorada, e dificilmente acabo dando um prazer a ela mais duraradouro ou dando um devido orgasmo pra ela.
Ela diz que "tá tudo bem" "que ela gosta, mesmo assim" mas eu sei que no fundo isso não é verdade, e que não se sente tao feliz como diz.
Minha relações ultimamente estão ficando tão "paradas" sem todo aquele prazer que deveria ter, e não é por falta de amor e sim pelo fato dessa malditação EP.
Sinto-me com medo de transar com ela, com vários receios para tentar não gozar rápido.
Eu sei que sou novo e tem tendências a gozar mais rapido e ela é a pessoa com quem eu perdi a virgindade "esse ano", ou seja sou inexperiente.

Mas Enfim
Como posso resolver esse meu problema ?
Sinto-me preso e muito infeliz comigo mesmo. :/

Lelo disse...

Olá amigo ansioso....

Peraí... você não leu nenhum dos comentários acima?
Vou perguntar a você: capricha nas preliminares, deixando sua mulher "a ponto de bala"???
Tem mais que uma ereção? Em miúdos, depois da primeira trepada, você consegue ter mais relações. Caso positivo, nessas relações posteriores o problema persiste, ou já há uma melhora no desempenh (mais tempo para ejacular)?

Sabe, amigo, às vezes tenho a nítida impressão que nos dias de hoje as pessoas só dão umazinha, viram de lado e baubau... Será que acaba o tesão depois de ejacular uma única vez (uma transa)???

Fazer sexo não é so trepar na mulher, penetrar, dar algums bombadas e... gozou, ponto final. Boa noite, até outro dia, quem sabe!
As preliminares são as verdadeiras delícias do sexo, nelas tanto o homem quanto a mulher exploram o corpo de seu par, procurando extrair dele todo o tesão que possui. Bocas, línguas, mordidinhas, tapinhas, chupadas, alisamentos e toques em todas as partes do corpo... Isso é sexo gostoso, depois disso passa-se à fase da penetração. Nesse ponto, ambos amantes estão preparadíssimos para a chegada do orgasmo, basta caprichar no antes!!!
Caso tenha problemas de ereção após uma única transa, seria interessante consultar um urologista. Mas, acho que não é o seu caso.
Espero que leia primeiro os comentários e as respostas desta postagem, depois aplique essas dicas.
Espero boas novas no seu próximo comentário.
Abraços

Anônimo disse...

tenho 21 anos e quando tenho relacoes com a minha namorada ejaculo em 1, 2 minutos. mas quando uso preservativo dura entre 5 a 10 minutos. devo me preocupar? tenho ep? eu consigo continuar o acto depois de ejacular a primeira vez mas a minha parceira queixa se que lhe arde a vagina. o problema tambem é meu?

Anônimo disse...

Alo anonimo.
tenho 27 anos nos ultimos tempos tenho tido o problem de EP , ja tive no inicio da vida sexual e depois passou, ms agora voltou a acontecer sou uma pessoa muito ansiosa e com stress as vezes na hora do acto

Anônimo disse...

boa noite...tenho 21 anos e sem duvida que tenho esse problema que brevemente vai acabar..."ejaculação precoce"...acontece m o normal -se bebo um pouco é KARGA..se nao bebo ta lixado...a minha parceira me ama mt e convrxamos muito abertamente sobre isso...tive a ler todos os comentarios e as Suas respostas e sem duvida que vou guardar tdo aqui dentro da minha cabecinha e praticar...só uma coisa, num dos comentarios li que um urologista receitou um medicamento chamado "PRILIGY" cera que posso comprar e tomar??visto que o problema é o msm "ejaculação precoce"...ABRIGADO PELA ATENCAO..

Anônimo disse...

Olá, sou o João, tenho 13 anos. e sou virgem. quando estou com a miha namorada e quando me começo a roçar nela(com roupa) ejaculo. esta situação tem vindo a agravar-se e é muito incomodo estar com a minha namorada e de repente ejacular. gostava que me pudesse ajudar. (a minha namoraa é mais velha que eu)
ABRAÇO

Lelo disse...

Não vejo motivos maiores para você se preocupar. O fato de ejacular mais rápido sem o uso de preservativo é pelo contato direto do pênis e da vagina, causando maior prazer.
O uso do preservativo ajuda o desempenho sexual masculino no que se refere a tempo de penetração, vai e vem, a transa em si, porque o pênis não está intimamente roçando as partes íntimas de sua parceira.

Quando ao ardor vaginal de sua companheira pode estar associado ao látex da camisinha, nesse caso sua parceira pode ter algum tipo de alergia ao látex. Procurem um especialista para maiores informações. Pode ser também o fato dela ter orgasmo clitoriano. Esse último, deixa a região vaginal bem delicada e susceptível à dor, após algum tempo de penetração.
Por último, pode ser utilizado um lubrificante vaginal. A falta de lubrificação na mulher, também pode causar dores após algum tempo de transa.
Procure ler os comentários acima, caso você ainda tenha dúvidas sobre EP, há muitas questões similares à sua, ok?
Forte abraço

Lelo disse...

@ ...tenho 27 anos nos ultimos tempos tenho tido o problem de EP...

Olá, amigo!

Vou fazer a você uma pergunta: por acaso ainda é com a mesma mulher?
Sim, porque cada parceira pode desencadear uma porção de sentimentos e desejos. Pode ser que você esteja com uma nova companheira, com a qual se sinta irresistivelmente atraído.Sendo assim, a ansiedade vai às alturas, e com ela a rapidez na ejaculação.

Toda nova parceria sexual requer certo tempo de ajuste. Se você está começando ater problemas novamente porque está com uma nova parceira, dê tempo ao relacionamento. Procure não se focar tanto no "tempo", mas sim na qualidade.
Repito: boas preliminares são o caminho mais prazeroso para o orgasmo.
Pratique um pouco a masturbação com controle do orgasmo, pode ajudá-lo a se autoajustar.
Se, de toda maneira, persistir na EP, vá a um especialista (urologista), verá que vale a pena consultar um profissional que pode lhe oferecer todas as ferramentas necessárias para uma vida sexual saudável e feliz.
Forte abraço

Lelo disse...

@....boa noite...tenho 21 anos e sem duvida que tenho esse problema que brevemente vai acabar...

Olá amigo!

Não, não deve comprar nenhum tipo de medicamento sem prévia consulta a um médico. O custo pode ser altíssimo, não vale a pena.
Há as alternativas sugeridas: usar camisinha (reduz sensivelmente a precocidade da ejaculação), se você tem facilidade de ereções, masturbe-se um pouco antes de transar (ajuda a relaxar a ansiedade e deixa o "garoto" mais manso. E mais uma dezena de dicas informadas nos comentários e respostas, ok?
É só colocar na cabeça de cima que é ela que comanda a cabeça de baixo, sacou? rs
Procure se dedicar mais às preliminares, dê um banho de sensualidade em sua parceira. Haja como um amante profissional antes da penetração. Depois... é só correr para o abraço!
Falando nisso... aquele abraço
Boas transas e desencucadas.

Lelo disse...

Olá João!

Na sua idade, muitos rapazes também melam a cueca, como dizem aqui no Brasil. Isso é pura ansiedade, desejo poderoso de possuir, ter, consumir, comer... Tudo isso ao mesmo tempo na cabeça de um adolescente, gera esse tipo de reação indesejada de ejaculação precoce.

Nada com que se preocupar, ainda mais tendo uma namorada mais experiente. Abra o jogo com ela, certamente ela poderá ir lhe deixando mais tranquilo, sem perder o desejo.

Utilize-se dos métodos que estão em muitas perguntas e respostas dessa página. Funcionam, pode confiar.
Grande abraço e boas transas.

karga disse...

boa noite sou eu o rapaz que disse *"@....boa noite...tenho 21 anos e sem duvida que tenho esse problema que brevemente vai acabar"...VOU ME APRESENTAR COMO "KARGA" é que sou famoso o senhor ate talvez me conheca...bem ok nao vou comprar nada antes de consultar o medico...e quanto ao preservativo a minha menina nao gosta muito..diz que nao sente bem bem o brinquedo...e quanto aos preliminares é claro que capricho..desd lhe amarrar as pernas e braços etc...o que m faça tb é que a minha parceira ating o orgasmo muito rapidament ela diz que é só cmg que ating assim tao rapido...e por saber que eu tenho essa faciidade em ejacuar caprixo bastast com os preliminars..as vzs faxo ela atinjr umas 3 vzs nox preliminares mas isso s ela tiver agarrada pk snao ela pede pa por o penis...as vezes aguento ate ela ejacuar enquanto estou penetrando..as vezes atinjo ao msm tempo...mas eu gosto de he por msm cansada...mas pa issotenho ou d beber
ou d tar ai nos preliminares..mas nem smpre ha pociblidade d tar nox preliminares..e por isso que preciso msm de tratar desse problema...

Lelo disse...

Falou, amigo Karga!
Faça isso, se você acha que é importante para sua vida sexual.
Ah! Parabéns pelas preliminares...
Abraços e boa sorte

Anônimo disse...

Olá, vou me indentifiar como "help me".
BYT em todo o texto.
Tenho 34 anos e sou casado, minha relação com minha mulher tem 11 anos e ela às vezes é muito afobada para sentir a minha penetração. Tento fazer as preliminares com calma e demora para ficar muito mais gostoso os sexo, mas ela se desespera e logo quer a penetração, acaba ficando um pouco irritante para mim. Uso camisinha, porque ela não pode tomar remédios, mas gosto de fazer sem e toda as vezes que fazemos um pouco , tenho que intenrromper o coito e coloco a camisinha e continuamos. Às vezes ela se irrita por causa disso, não queremos ter mais filho. Sinto que com a camisinha tenho orgasmo mais rápido do que sem, às vezes dura 3 a 5 minutos com camisinha. Tive um caso recente fora do casamento, usei camisinha por se tratar de uma outra mulher que não conhecia tanto quanto minha esposa, sei que fiz errado e pensei nisso o tempo todo mas, tive que comprovar se era eu ou ela o problema.
O problema esta comigo também, parece que fiquei nervoso e pensando que aquilo era errado, o uso da camisinha também me incomoda, fiz uma preliminar legal e ela (a outra) é mais calma nesse sentido, porem é mais ativa e dominadora na cama. Aconteceu comigo duas vezes em seguida a EP. Foi uma tragédia, fiquei muito p da vida comigo e agora ando meio abalado com isso, vejo que esta se tornando frequente minha EP. Na masturbação é muito mais demorado, fico até horas e meu pênis até doi de tanto exercitar. Já marquei um Urologista. Mas preciso de mais ajuda, sabe aquele sentimento de ter que resolver o que ficou mal resolvido, então devo tomar um viagra ou faço o que? Outro detalhe é que meu penis tem uma linha de pele embaixo da glande que une a pele do corpo a cabeça, acho que qdo faço penetração ela curva para baixo aumentando o meu prazer e ejaculo rápido. Isso tem influencia? No sexo oral consigo controlar mais, muito mais. Por favor deixe uma boa resposta amigo.

nininho disse...

Muito Boa essa explicação ai...

Vou fazer o mesmo q o DOUTOR falou....

antes da transa se masturbar pra depois praticar...ou então me masturbo pausadamente a 2 opçao e melhor hehehe....

tenho 17 anos comecei a ser sexualmente ativo com 16...

Lelo disse...

@Olá BYT

Primeiro vou pedir desculpas a todos que deixaram comentários pela demora das respostas, explico: estava de férias....

Vamos começar com o assunto da sua mulher: veja bem, num relacionamento estável, mais de 11 anos, pressupõe-se qeu haja diálogo. Caso isso não existe no tópico "sexo", aconselho ao amigo iniciar imediatamente esse tipo de aprofundamento de conhecimentos. Nada melhor do que saber o que a parceira e o parceiro gostam, em especial, não é?
Jogue abertamente, sem medos e vergonhas bobas, diga que prefere sem camisinha ( ela não pode tomar a pílula, coloca um DIU - dispositivo intrauterino que é colocado por um médico ginecologista, e que é indicado para contracepção - assim vocês podem sentir um ao outro de forma mais gostosa, uma vez que são companheiros a tanto tempo.

Quanto à sua pulada de cerca, esquece os grilos. Imagino sua ansiedade para se autoafirmar....
Viagra só é recomendado para pacientes que não conseguem ter ereção, ou se a tem, é insatisfatória. Parece não ser seu caso.

Consulte um urologista, BYT. Verá que não é um bicho de sete cabeças, nenhum bicho papão, apenas um profissional que sabe exatamente como diagnosticar um problema com o funcionamento do aparelho reprodutor masculino (entre outros), quando este existe.

A glande é sim uma agente de aumento do prazer, por isso quando se masturbar procure deixá-la bem flexível e dessensibilizá-la, com toques mais fortes sobre ela.
Aquele abraço, amigo e seja feliz!

Lelo disse...

@ nininho

Nessa idade sua, os hormônios estão à flor da pele. Vive-se o dia inteiro pensando em sexo, não é mesmo?
Então, com essa energia toda dessa fase de sua vida, você pode aproveitar para tirar toda a ansiedade masturbando-se antes da transa, aposto que tem "gás" de sobra por aí...

Aquele abraço

Fábio disse...

Bom dia.

Primeiramente gostaria de parabenizálo pelo blog. Tem informações muito importantes aqui e vc está fazendo um grande trabalho.

Bom, no meu caso acontece o que li em alguns relatos acima... iniciei minha vida sexual as 21 anos, e até então só rolava masturbação, logo meu corpo se acostumou com os estimulos e eu aprendi a ejacular rápido. O problema é que quando acontece penetração vaginal a coisa tende a "piorar", pq existem mais estimulos e tudo mais.

Gostaria de saber mais sobre os exercicios para "reeducar" o corpo e melhorar o controle sobre a ejaculação. As vezes eu dou uma paradinha no meio da relação para não ejacular tão cedo, só que as vezes acontece do meu penis "entender a msg errado" e amolecer, entende?

O que é curioso nisso tudo é que quando estou alcoolizado eu não ejaculo por nada, demora bem mais que o normal.

Quanto a problemas psicológicos, creio que eles influênciam sim, mas n são fator determinante, até msm pq eu procurei 1 urologista e o msm até chegou a receitar medicamentos, mas os msm n surtiram efeito.

Aguardo sua respota!

Obrigado.

Abraço

Anônimo disse...

ola eu as vezes nem 1minuto demoro a ejacular-me
O que posso fazer para curar isto?
tem cura?

Lelo disse...

Olá amigo!

Procure nas respostas das perguntas. Em muitos tópicos acima, têm dicas importantes, exercícios e orientações.
Caso você não encontre nada que se encaixe com o seu problema (me parece que tem), procure um médico urologista, e viva com mais autoconfiança.
Abraços

Lelo disse...

@ Fábio, desculpe-me pela demora, ok?

O fato de não ejacular rápido quando está sob o efeito do álcool é naturalmente explicável, porque essa substância tem um efeito relaxante.
O problema de coito interrompido, e daí às vezes o seu pênis não ficar mais ereto, também poderia ser normal, uma vez que você está disciplinando sua mente que "aquele momento não era para ter tantos estímulos, a ponto de ejacular".

Claro, que o cerne da questão está no psicológico, mas creio que os exercícios sugeridos em muitas das respostas acima são mais ferramentas que você pode utilizar para seu autoconhecimento e autocontrole.

Procure novas posições, onde você possa dominar a situação, ou seja, naquelas onde você pode controlar os movimentos seus e dela, de uma forma que possa ir percebendo a temperatura da coisa e poder tomar decisões,como, retirar o pênis lentamente, mais rapidamente, parar com o movimento de vai e vem, ou ritmá-lo mais pausadamente... enfim, são múltiplas as possibilidades de encaixe.

Não se acostume a fazer sexo sempre aloolizado, somente para agradar a parceira. Lembre-se, isso diminui o seu próprio prazer, além de poder deixá-lo com um certo grau de dependência de bebidas alcoólicas para se sentir mais capaz de autocontrolar-se.

Quanto ao urologista, é sempre bom uma segunda opinião, ou mesmo um novo medicamento. A cada dia surgem novos fármacos, e numa dessa você é contemplado com um sob medida.
Aquele abraço

Anônimo disse...

ola.tenho problemas serio de me ejacular,logo a um minuto me venho,se tento reter perco a excitação será devido a minha idade? 36 anos? a excitação e a potencia esta me diminuindo?
posso tomar viagra? não me fará mal?isto eh deixar me completamente impotente aos 40 anos?
ajude-me

Lelo disse...

Olá amigo!

Certamente não é a idade. Um homem com 36 anos está na plenitude de sua força sexual,portanto essa hipótese está descartada.
Quanto ao uso de medicamentos (Viagra, Levitan..etc.) jamais devem ser tomados sem a devida consulta a um profissional da área médica, neste caso um urologista.

Há várias condições as quais um homem pode ser exposto em sua vida sexual, desde os primórdios na pré-adolescência, quando se masturbam na procura de obtenção de um rápido orgasmo. Isso, com o tempo, passa a ser uma diretriz em seu condicionamento mental: preciso acabar com esse tesão já! E, quando vem a vida adulta, parece manterem-se esses condicionamentos, exigindo que a pessoa passe por uma ampla reformulação de procedimentos, desde uma simples masturbação, à uma relação sexual com uma parceira ou parceiro, dependendo de sua opção sexual.

Acima, em muitas das respostas a problemas similares ao seu, eu indico alguns exercícios para o retardamento da ejaculação que envolvem a masturbação solitária, a masturbação efetuada pela parceira e as práticas na relação sexual.

De qualquer maneira, caso sinta-se muito deprimido em virtude de sua situação, nem tem o que pensar: vá a um urologista, faça os exames indicados, se prescritos, tome os medicamentos que este profissional lhe receitar, além de outras providências em relação à sua saúde mental e orgânica, como um todo.

Nada a temer, amigo!
O importante é combater o que nos incomoda, e não aceitar resignadamente situações que nos fazem infelizes, sendo que podemos, de alguma maneira, amenizá-las, ou até mesmo extingi-las de nossas vidas!
Sucesso e saúde.
Abraços

Anônimo disse...

olaaa..
eu tenho 18 anos.. iniciei a minha vida sexual a cerca de 1 ano... eu tenho uma duvida.. nao sei se tenho ejeculacao precoce ou nao.. é que umas vezes dura mais outra e bem rapido.. ja aguentei muito tempo.. mas as vezes passado 5 minutos e ja ta..
eu nao faço com regularidade.. as vezes faço mts vezes num mes outras nao faco.. i parece que quando faco km regularidade, começo a controlar me melhor.. mas depos se ficar muito tempo sem fazer volta ao mesmo.. a ser rapido..
poderia me ajudar?
comprimentos

Lelo disse...

Olá amigo!

Super normal acontecer isso. Quando nos acostumamos às parceiras sexuais, conseguimos demorar muito mais tempo que quando de uma eventual transa. Além do que, ficar algum tempo sem transar, além de aumentar o desejo, potencializa a ansiedade e essa... é que faz a gente fazer tudo acelerado, e tudo que é feito sem carinho, capricho e paciência.... acaba sendo um fracasso, concorda?

No mais, desejo a você boa saúde e muitas transas com qualidade e precaução, usando preservativos (principalmente em se tratando de novas parceiras sexuais, mas como de resto a única proteção contra DSTs e gradidez indesejada.)
Abraços

Anônimo disse...

(BYT)
Olá.


Meu nome é Emerson, tenho quase 15 anos.
Eu sou motivo de chacota entre meus amigos, só porque eles já transaram e eu não. Não foi por falta de mulher, algumas já se ofereceram, mais na hora eu inventava qualquer desculpa. Por que quando me masturbo, eu ejaculo muito rápido, IMAGINE ! quando eu tiver fazendo sexo, pode ser qui eu ejacule antes de penetrar. Um amigo meu ejaculou quando a garota so pegou no pênis dele, foi o comentário do colégio, imagine ai a vergonha, isso é um dos motivos por eu não ter feito sexo até hoje. Eu não guento mais ficar nessa vontade grande de fazer sexo, eu só fico assistindo videos pornô e me masturbando.
Então me ajude em outras coisas, para qui eu possa em fim conseguir fazer SEXO.
Se você quiser me adiciona no MSN: emerson.cmf@hotmail.com
so para tirar minhas dúvidas.

Lelo disse...

Olá Emerson!

Nada de pânico... isso é tudo normal na sua idade e dos seus amigos, mas nem por isso você é obrigado a ficar "só na mão". Comece lendo algumas das minhas respostas acima de como masturbar-se controlando a ejaculação, é importante exercitar o menino sempre, mas sem pressa de ejacular (pra que pressa???)

Se você for ligar para o que todos falam, você ficará louquinho da silva. O negócio é começar a ser dono de seu nariz, de sua vida. Como? Adquirindo sua própria personalidade, respeitando os outros, mas agindo conforme suas decisões e conceitos, e não indo no embalo da turma, que aliás, podem ter os mesmos problemas de ejaculação precoce, mas preferem ficar se gabando que já comeram todas (mentira!)

Então, amigo, faça o que lhe disse, leia (LEIA) com atenção as perguntas e respostas dessa página, e você verá que muitas de suas dúvidas estarão pelo menos mais esclarecidas.

E para terminar, pense nisso: eu gozo rápido demais, portanto nem posso pensar em pegar uma garota, então o negócio é ficar "na mão". Agora pense ao contrário: eu gozo rápido, porque ainda não tive experiências sexuais com garotas e, quanto mais experiente eu for, mais gostosas serão minhas transas, e não ficarei devendo nada a ninguém, principalmente para ela e para mim mesmo.

Aquele abraço, e use camisinha sempre!

Anônimo disse...

Olá sou o Joel e tenho 18 anos....Tive a minha 1ª experiência sexual há 1 semana e não correu nada bem...A rapariga já tinha muita experiencia....
Quando meti o pénis, apenas meti-o 4 vezes na vagina e ejaculei logo. A rapariga ficou xateada e não fala mais comigo...
Queria saber o que posso fazer para começar a conseguir fazer sexo por exemplo 10 minutos antes de ejacular.
Por favor me ajudem

Anônimo disse...

ola tudo bem quero fala q quando chega aquele momento de ecitação e tesão meu pemis endurese mais depois fica mole rapido pq e isso acontece

Anônimo disse...

olá, tenho 16 anos e a pouco estou namorando. namoro uma menina mais velha do que eu, porém, posso dizer que ela tem o mesmo grau de experiencias sexuais que eu, somos virgens. namoramos a alguns dias e houveram duas vezes( as unicas nas quais não apenas nos beijamos) em que na primeira ejaculei apenas enquanto eu lhe masturbava(ela não me masturbava) e nos roçavamos. na segunda, ejaculei logo após suas primeiras caricias. queria saber se isso é porque tenho ejaculação precoce, se pode ter ocorrido por ter sido nossas primeiras vezes juntos com um maior contato e se é possivel de que nas proximas vezes isso nao retorne a acontecer. grato desde ja, abraço!

Lelo disse...

Olá amigo!

Eu não entendi direito, mas vou tentar responder.

São duas as interpretações de sua pergunta, vou reformular para poder me fazer entender:

Se você está excitado, tem uma ereção e, depois de ejacular, o membro amolece.... normal, amigo. Isso acontece com o organismo masculino, o pênis depois da ejaculação, não mais é irrigado de sangue (o que torna o membro rijo) na mesma intensidade que antes da ejaculação. Assim sendo, é como uma espécie de repouso para o "guerreiro".

Agora, se você está excitado, com o membro ereto e, sem nenhum motivo, perde sua ereção, pode ser um sinal de que algo não está funcionando como deveria. E, nesse caso, uma consulta a um urologista poderá lhe trazer grandes benefícios e, assim, o amigo poderá desfrutar de uma ereção mais efetiva, até o final de uma transa.

Forte abraço.

Lelo disse...

@...olá, tenho 16 anos e a pouco estou namorando...

Olá amigo!

Ao meu ver parece-me que a resposta já foi dada por você mesmo. Acontece que, nas primeiras carícias mais íntimas, ainda sem experiência e auto controle, a ejaculação precoce é bastante normal.

O que você não deve deixar-se acostumar é com esse fato, ou seja, ir procurando se conhecerem mais intimamente, conversar com a companheira ao ver que está para ejacular, pedir-lhe um tempinho para se recompor... e assim ir levando.

Pratique com ela a masturbação e, nos moldes acima, vá controlando sua ejaculação, pedindo à parceira para diminuir o rítmo ou até mesmo parar de manipular seu pênis, até que a vontade de ejacular dê um tempino. Depois... recomece.

Pode-se fazer sozinho também, leia acima nas respostas, onde poderá ver uns truques de masturbação solitária e a dois.

Abraços

Anônimo disse...

jcosta
olá tenho 35 anos e as minhas relaçoes duram pouco tempo o que me intristece bastante, sabendo que a ansiedade é uma das principais causas eu pergunto? como se faz para pensar possitivo porque no acto sexual estou sempre a pensar que vai ser rapido mesmo que nao quiera pensar. vou começar a usar aqueles spray retardante será que funciona e será prejudicial á saude?
cumprimentos

Lelo disse...

Olá JCosta!

Tenho uma pergunta a você, e depois, baseado em sua resposta, uma resposta à ela.

Você consegue ter ereções facilmente? Isto é, depois de ejacular (e dar aquele tempo de repouso natural) você tem mais ereções?

Se você respondeu sim, uma boa solução para uma transa mais demorada e prazerosa poderia ser uma masturbação antes de transar. Você deve estar me perguntando, porquê?

Porque, com uma primeira ejaculação, a tendência seria que você demorasse mais numa segunda oportunidade. Uma espécie de retirar aquela pressão sanguínea toda, que ocorre quando do estado de excitação profundo.

Se você respondeu não e, respondendo a sua pergunta seguinte, sobre o uso de sprays retardantes, o que eu posso lhe aconselhar é a consulta a um urologista. Somente esse profissional poderá lhe diagnosticar corretamente, indicando, via receituário, os medicamentos recomendados para o "seu" tipo de problema.

Acredito, amigo, que se você tiver um relacionamento estável, onde a companheira seja compreensiva, com uma boa conversa, ambos poderão se beneficiar desse diálogo.
Explique-lhe sua ansiedade e desejo eminente e, devagarzinho, vão se ajeitando nos encaixes e nas maneiras de fazerem sexo.

Não há nada mais sexy e prazeroso do que duas pessoas que conhecem mutuamente o gosto de seu parceiro(a).

Espero, sinceramente, que tudo caminhe de maneira bem positiva para vocês.
E, quanto ao pensamento... procure ser mais senhor dos seus desejos... deixe a razão ecoar mais alto que o instinto. Afinal, de quem é o pênis?

Aquele abraço!

Anônimo disse...

N. Soares.
Olá, primeiramenta gostaria de parabenizar-lhe pelo tópico, muito bom...Mas indo ao que interessa, tenho 19 anos, e há uns 8 meses minha vida sexual está modificada. Estou tendo ereções muito fracas, nao tem mais aquela "potência", rigidez, e se parar o estimulo, simplesmente perco a ereção, e também se continuar o estímulo, tenho ejaculaçao precoce. Ejaculo até mesmo sem o meu pênis estar bem ereto (meia boca), ja tentei vários exercícios, mas nao estou obtendo êxito, e cada vez o desanimo e a ansiedade se tornam maior. O que poderia estar acontecendo? nunca tive problemas com minha vida sexual e me acho relativamente novo para ter problemas como esse. Como devo proceder?desde já agradeço.

Lelo disse...

Olá N.Soares

O único jeito é consultar um urologista. Se acompanharmos suas palavras, notaremos que algo desandou... e não é natural na sua idade.

Vá logo, sem preconceitos ou medo, esse profissional irá examiná-lo e, inclusive, solicitar alguns exames, provavelmente.
Depois, poderá estabelecer um diagnóstico preciso para o seu caso, podendo, daí para frente, adotar medicamenos adequados e sugerindo-lhe alguns cuidados com sua saúde geral.

Abraços, e boa consulta
Espero tê-lo de volta aqui, nos informando sobre o seu quadro ( e com tudo em cima!!!)

Lelo disse...

Olá Joel!

Isso tudo não passa de ansiedade e excesso de tesão. Aliado ao fato da garota já ter mais experiência, você foi despreparado para sua transa.
O que fazer?
Você tem facilidade de ereções?
Se tem, masturbe-se um pouco antes da transa, isso vai deixar você com menos apetite e ansiedade, ajuda a relaxar.

Depois, não fique pensando bobagens, na sua idade é comum todo esse tesão, ainda mais reprimido, guardado... chega na hora explode.
Então, vá aprendendo desde já: a grande maioria dos garotos de sua idade gozam antes do tempo...
Não é uma doença, é apenas ir com "muita sede ao pote".

Com o passar do tempo, tendo mais experiências, principalmente com uma garota em especial, isto é, tendo mais de uma relação com a mesma garota... a tendência é ir se ajustando, pegando o jeito da coisa.

Leia muitas respostas que demos acima, parece que tem coisas em comum, aproveite as dicas!
Boas transas.... sem pressa e sem medo de não agradar a companheira!
Abraços

Anônimo disse...

anonimo tenho 30 anos de idade,casado ha 7anos durante a fase de preliminares o meu penis perde a regidez e leva um tempo para se recompor. oque faco?

Lelo disse...

Olá amigo!

Assim exposto, fica difícil te dar uma dica.
Quando você se refere às preliminares, lhe pergunto: são as mesmas há sete anos?
Isso pode ser um fator de inibição da libido. Quem sabe uma variação das preliminares não o faça melhorar seu rendimento.

Depois, lhe pergunto se quando você vai para as preliminares está realmente disposto a fazer sexo, ou é somente um hábito. Repare: há variantes nisso tudo, e que podem fazer a diferença na questão do desejo.

Fazer sexo simplesmente por "ter que fazer" pode ser realmente brochante.
A longa convivência com uma mesma parceira sexual precisa, muitas vezes, de uma evolução na metodologia toda, para que não pareça-nos que temos essa determinada obrigação.

Por isso, muitos casais vivem infelizes. Procure manter um diálogo mais aberto com sua mulher, seja franco, abra-se. Conte a ela suas dificuldades, procure deixar claro para ela suas preferências, tais quais, por exemplo: onde você gosta de receber carinho, ser tocado, enfim onde sente mais prazer.

Por outro lado, pense também na possibilidade de sua mulher não estar mais com o mesmo desejo! Isso é mais um motivo para uma conversa franca, sem pudores e preconceitos machistas. Somente com franqueza e exposição de sentimentos é que podemos melhorar um relacionamento que, sem ninguém perceber, já ficou frio.

Há, também, a possibilidade de uma disfunção erétil, mas isso somente um especialista (urologista), após exames detalhados, poderá diagnosticar e medicá-lo, para que você volte à sua plenitude sexual. Muitas vezes, é somente na base do diálogo. Noutras, precisamos de ajustes, e estes, caso de uma disfunção sexual, somente poderá ser melhorado com a visita a um urologista.

Comece pelo papo franco com a parceira. Renovem-se nas preliminares, posições, jeito de começar, palavras mais ousadas ao pé do ouviso... enfim, usem toda a sua criatividade.
Caso isso não funcione, procure o médico.
Tenho certeza que tudo vai ficar bem mais prazeroso para os dois, valeu?
Um abraço

Anônimo disse...

CASO DIFERENTE
eu como percebi tenho um caso muito diferente dos d+ ...
sou sexualmente ativo dez dos 16 e nunca tinha tido problema com isso. Namorei por muito tempo éra ativo sexualmente todos os dias.
depois q separei fiquei ums 5 meses sem praticar..
ai comecei a ter EP freqüentemente com ums 18 anos com ambas parceiras.

E acho q isso me prejudica muito na hora de levar uma parceira nova para casa, já fico pensando q irei mandar mal com ela e ela vai perder o interesse em mim...

Ou seja, por que comecei a ter EP só + tarde se nunca tinha tido?

Lelo disse...

@CASO DIFERENTE

Olá amigo!

Pelas suas últimas palavras de seu comentário, nota-se que o amigo está para lá de ansioso e preocupado. Dois fatores importantíssimos que podem estar acelerando sua excitação e, consequentemente, fazê-lo ejacular precocemente.

Veja: se era tudo normal com você, apenas o fato de ficar 5 meses sem sexo e, depois, acontecerem as ejaculações precocemente, sinalizam para esse caminho. Provavelmente, na sua primeira transa depois da abstinência sexual de cinco meses, você deve ter sido levado pela ansiedade e... acabou antes do tempo.

Depois disso, encucou: e agora, será que alguma coisa aconteceu comigo? Porque estou mudado.
Pronto: os ingredientes todos estão prontos.

O que fazer? Acerte-se com uma parceira sexual mais aberta ao diálogo, procure ficar mais tempo junto à ela. Mantenha transas mais rotineiras, e dê uma olhada nos diversos comentários e respostas acima, apesar de afirmar que sua situação é diferente, pode prestar atenção que tem muita coisa em comum nos casos de ansiedade e preocupação excessiva em não decepcionar uma mulher.

Faça os exercícios de masturbação, evite ficar pensando nesse assunto. Você é jovem, e a experiência lhe ditará um caminho bem legal para ser sexualmente bem resolvido.
Abraços

Anônimo disse...

Olá . Tenho 17 anos e penso que sofro de ejaculação precoce.
Acontece o seguinte: quando vou penetrar a minha companheira nao duro mais que 30 segundos, e isso é bastante desconfortável tanto para ela como para mim.
Podem-me ajudar acerca deste problema??
Que faço para "resistir" mais tempo??
Ajudem-me ando mesmo embaixo e já "fujo" dela para que não aconteça o mesmo.

Lelo disse...

@ Olá . Tenho 17 anos e penso que sofro de ejaculação precoce.....


Olá amigo,
vejo que você não leu nenhuma das respostas oferecidas aos leitores com problemas semelhantes ao seu.
Sugiro que leia acima, dentre as diversas respostas há truques e dicas de como conseguir segurar mais tempo a ejaculação.
Abraços

Anônimo disse...

Boa tarde tenho 27 anos e percebi que de uns 10 meses pra cá minha ereção não é mais a mesma. Fico excitado normalmente, passado uns 10 min dá vontade de ejacular e se não ejaculo perco a sensibilidade acrescida de um cansaço fisico nos ombros (meu trabalho é puxado, ando 12 km por dia no sol). Tenho muito tesão na minha namorada (namoro há 2 anos e meio), o problema naõ é com ela, mas tb nao sei o q fazer. O que pode estar acontecendo? Isso´está desgantando nosso namoro..

Lelo disse...

Amigo, 10 minutos de penetração está mais que na média de uma relação sexual, adicionado às preliminares que podem se extender a muitos minutos, não vejo porque insatisfações de ambas as partes.

Primeiro, porque creio que você e sua namorada tenham muitas sessões preliminares, então 10 minutos de penetração são mais que suficientes para que ambos atinjam seu clímax: para o homem a ejaculação, para a mulher o orgasmo.

Não há motivos para alarme, porque com 27 anos você nem chegou na plenitude sexual masculina - considerada entre os 30 e 45 anos, afora que isso não é regra, muitos homens mais maduros têm ereções com muito mais idade!!!

Precisaria saber se há, entre vocês amantes, as preliminares. Isso é fundamental.
Se for somente penetração... a companheira vai ficar muitas vezes "na mão", porque a mulher normalmente precisa ser aquecida, vamos dizer assim. E nada melhor que explorar todo o corpo de sua namorada, descobrindo novos espaços de prazer, deixando-a no ponto. A penetração, somente deveria ser iniciada quando a mulher já está "nas alturas", implorando para que o homem a penetre. Essa é uma dica bem simples e prática.

Caso, e somente caso o amigo praticar constantemente as preliminares e, continuar se sentindo extenuado, não podendo dar aquela "segundinha" em que os homens demoram costumeiramente mais tempo para ejacular, seria conveniente procurar um urologista.

Sinceramente, não creio ser mais que um problema que você encucou e, com isso na cabeça, parte para o sexo mais desmotivado... Ou, talvez, o seu trabalho seja muito puxado, exigindo uma contrabalaçança, seja ela um complexo vitamínico ou uma dieta mais saudável.

De qualquer maneira, se o que descrevi acima não retrata sua situação momentânea, procure o especialista.
Espero ter podido ajudar a clarear as coisas, o resto é contigo, amigo.
Boa sorte e sucesso no amor e na vida.

Anônimo disse...

Tenho 31 anos e estou casado à 3 anos. Nos ultimos tempos o tempo em que consigo controlar a ejaculação tem cada vez diminuido mais, e sem duvida estou com um problema de ejaculação precoce. Desde março que não estou a viver com a minha mulher estamos a trabalhar em cidades diferentes e só nos vemos normalmente de duas em duas semanas ás vezes mais. Isto não ajuda pois a vontade de estar com ela é muito grande e existe sempre muita anciedade da minha parte.
Como passamos muito tempo sem nos vermos, eu masturbo-me quando o apetite sexual aumenta, para isso vejo filmes ou mesmo algumas fotos nossas, ai eu consigo controlar a ejaculação mas no acto as coisas são mais dificeis de controlar.
Perante tudo isto que acabei de descrever, qual é a melhor forma de ultrapassar este problema.

Anônimo disse...

Bom, tenho 23 anos, e ja a algum tempo tenho um pouco de dificuldade com relação a este assunto. Qdo estou com minha namorada, qdo fico um tempo com ela, troca de carícias e tal, não chego a gozar, mas sai uma secreção q acho ate d+ e q nao deveria sair nesse momento, e as poucas oportunidades q tive, sempre na hora da penetração eu ejaculava(com camisinha sempre), ja tentei umas 3 vzs com uma pessoa, as preliminares durava um tempo bom, uma das vzs quase ejaculei durante a preliminar, as vzs soh dela tentar fazer o sexo oral eu ja via q estava quase ejaculando. Eh como qdo chegasse num certo ponto do clima q nao conseguia segurar. tentei com uma outra tambem em uma ocasião, mas acho q a anciedade atrapalhou mto no momento. Estou com minha namorada a pouco tempo agora, Mas creio q isso pode acontecer logo, e tenho receio de q isso possa acontecer novamente. Digamos q sou virgem ainda. pois não consegui uma verdadeira relação... Gostaria de ouvir um pouco a opinião de alguem q entenda do assunto e possa me auxiliar d alguma forma.

Lelo disse...

Olá amigos!

Parece-me que apesar da distinção dos casos, os dois se combinam no tangente à ansiedade que acaba atrapalhando aquilo que seria mais gostoso: ter e poder dar prazer às suas companheiras.

O mais importante de tudo, amigos, é a relação como um todo, e não somente a satisfação sexual.
Dado isso, para diminuir drasticamente a ansiedade são necessárias algumas medidas que podem ser encontradas nas respostas dadas em outros comentários (práticas de masturbações, visando a insensibilização da glande, por exemplo). A glande é aquela espécie de membrana fina e um tanto maleável que liga a cabeça do pênis ao restante do membro. É sabidamente uma das regiões mais estimuláveis do prazer masculino.

Procurem tocar essa parte de seus membros quando se masturbam, visando deixar esse local menos sensível aos toques de suas companheiras (lábios, língua, vagina). Ao diminuir a sensibilidade da glande, há uma grande possibilidade de diminuir a tensão sobre o membro como um todo. É como um exercício, esticar a pele e voltar ao local, repetidas vezes, passando a mão sobre ela muitas vezes, a deixará (a glande) menos sensível, mais preparada para sentir menos, podemos dizer assim.

Antes das preliminares (isto, se vocês conseguem ter várias ereções, caso contrário, pulem este passo), masturbem-se!
2 - Já que se trata de um problema de pura ansiedade, façam como os atores: atuem. Não se entreguem às preliminares e ao corpo das amantes com aquele ardor interno, aquela vontade louca de comê-las de verdade. Vão aos poucos, como se fosse numa seção de massagens eróticas, onde cada um é o "profissional" e não o amante. Desliguem-se das delícias que estão à sua frente, imaginem outra situação qualquer (de preferência uma memória nem tanto agradável).

Ao entregarem-se totalmente, com toda a ânsia e desejo que vocês carregam, e que se alojam nas suas imaginações, a possibilidade de ejacularem antecipadamente é muito grande. Por isso, o "fingimento" nesse caso, não é tão difícil como possa parecer.

Depois, é lógico, com o tempo e a experiência adquiridos nesse processo, aliados ao fato de vocês conhecerem cada milímetro daqueles corpos (como profissionais, lembram-se!), aí sim vocês poderão se entregar sem nenhuma preocupação.

Mas, como antes de um grande jogo é necessário o treinamento especial, dediquem-se a isso nas preliminares, incluindo aí, uma masturbação antes da "partida".

Podem ficar certos que, com o maior conhecimento dos corpos de suas namoradas, as relações sexuais podem levar até horas. Descubram o caminho mais longo para o prazer, nada de atalhos!

Abraços

Anônimo disse...

ola acho que sofro de ep,tenho 28 anos,depois de um relacionamento acabado estive muito tempo sem um relacionamento serio,e ai tudo corria mais ou menos bem,a cerca de 6 meses comecei a minha vida sexual com a minha namorada da qual amo muito,o problema e que mal começamos o acto sexual as vezes nem demora um minuto depois da penetraçao.ela diz que nao faz mal para a proxima corre melhor mas tem sido assim sempre e vejo que ela fica muito sentida com isso.queria tanto poder dar-lhe prazer.pode-me ajudar?
abraço

Lelo disse...

Olá, amigo!

O que fazer? Acerte-se com uma parceira sexual mais aberta ao diálogo, procure ficar mais tempo junto à ela. Mantenha transas mais rotineiras, e dê uma olhada nos diversos comentários e respostas acima, apesar de afirmar que sua situação é diferente, pode prestar atenção que tem muita coisa em comum nos casos de ansiedade e preocupação excessiva em não decepcionar uma mulher.

Faça os exercícios de masturbação, evite ficar pensando nesse assunto. Você é jovem, e a experiência lhe ditará um caminho bem legal para ser sexualmente bem resolvido.
Abraços

Anônimo disse...

Boa noite, queria deixar aqui meu comentario, por ja ter passado por situaçoes acima sitado, como EP e até mesmo impotencia. Tenho 23 anos e já passei até por depressao por conta disso. Nunca procurei um medico especializado por vergonha e imaturidade reconheço. E procurei em sites como este por ajuda e tambem por causa da "anonimidade".

No começo (18anos) foi bem tranquilo, porem com mais ou menos 20 começou os problemas citados o que me levou a depressao e principios de impotencia. E hoje reconheço que o problema era ansiedade e o stress do dia dia.. ja que trabalhava uma media de 12h por dia submetido a um stress total e metas quase impossiveis.

Com isso, procurei reduzir minha carga horaria (sim, eu tive coragem de falar com meu gerente, e o melhor, ele entendeu)tirei um tempo a mais para lazer e pratica de atividades fisicas. Com isso resolvi grande parte do problema, e o restante fui me aprimorando com praticas sugeridas nos comentarios acima.

Hoje nao diria que sou o Dom Juan na cama, mas posso dizer que já vivi momentos muito piores e frustantes.

Portanto minha dica é: Procure viver um pouco mais, tenha um tempo reservado para seu lazer, nao deixe seu trabalho acabar com sua vida sexual.

Antes passar vergonha em procurar uma medico especializado que passar vergonha perante as molheres que cairem em sua cama.


Espero ter ajudado.

Lelo disse...

Certamente ajudou, querido amigo.

Muitos não gostam de contar sobre seus problemas e de qual maneira conseguiu superar os obstáculos que foram surgindo em suas vidas. A melhor maneira de contribuirmos, inclusive para a melhoria da qualidade de nossas vidas, é justamente compartilhar todas as nossas experiências: as más e as boas.

Dessa forma, conseguimos auxiliar a nosso próximo que está precisando de uma luz no fim do túnel.
Hoje, você foi esse "farol", essa luz especial.
Obrigado, amigo!

Carlos disse...

(BYT)Bom dia amigo!!!bem o problema é o seguinte:estou namorando há seis meses e tive apenas três relações sexuais com minha namorada, a primeira foi excelente onde tive quatro relações numa mesma noite, mas a segunda em diante...Foram um desastre porque ejaculei muito rápido e algumas vezes antes mesmo da penetração.O que devo fazer???sou muito ansioso diante do ato sexual e muitas vezes evito procurar a relação sexual por medo de falhar ou ejacular precocemente, este sendo o meu maior problema ejaculação rápida. Já tentei masturbação e exercício de fortalecimento do pc, mas a ansiedade me derrota!!!Devo procurar um urologista ou um psicólogo???agradeço desde já e, por favor, me ajude porque não aguento mais tanta decepção por conta da EP.

Lelo disse...

Olá, amigo!

Seria interessante saber se algo aconteceu entre a sua primeira e a segunda transa porque, parece-me claro, tratar-se de um problema psicológico, uma vez que o intervalo entre as suas relações não ter sido tão longo. Logo, só podemos acreditar nessa hipótese.

De qualquer maneira, esse problema poderia ser enfrentado juntamente com sua namorada. Para isto, seria necessário um diálogo franco entre os dois, numa espécie de "tratamento" físico e psicológico, onde o benefício do mesmo poderia, enfim, ser compartilhado por ambos.

Mas, lembre-se: vá despojado do orgulho. Seja humilde, quando dessa conversa franca. Nada de rodeios, diga a ela o que está acontecendo contigo e permita que ela seja sua "cúmplice", numa espécie de plano de restabelecimento dos jogos amorosos.

Caso isso não dê certo, procure os dois profissionais mencionados por você: psicólogo e urologista. Talvez aí, você encontre as respostas mais corretas.

Sucesso,
Abraços

Anônimo disse...

Boa noite,

Tenho 16 anos e iniciei minha vida sexual a um pouco mais de 3 meses, e tenho uma dúvida: Na primeira transa, sempre demoro cerca de 5 minutos para atingir o orgasmo penetrando mais aceleradamente(se eu fizer lentamente posso levar por mais tempo, porém não gosto muito de transar muito lentamente :S). Na segunda transa, geralmente demoro o mesmo tempo que na primeira vez, porém já aconteceu de demorar bem mais, o que seria o normal. Será que isto pode ser um problema dado pela ansiedade? Ou será porque estou no início de minha vida sexual?

Muito grato!

Lelo disse...

Olá, amigo!

Não ficou muito clara sua dúvida, porém deixa eu entender: você demorava mais tempo para ejacular, e agora está mais rápio, é isso?
Não sei se você tem uma nova parceira, caso tenha, a resposta é provavelmente sim.
Se, continuou com a mesma, a resposta tambem é provavelmente sim. Primeiro, porque demorar cerca de cinco minutos com sua idade, já é um êxito e tanto. A maioria dos rapazes de sua faixa etária não chegam nem à metade de seu tempo (me referindo à penetração somente).

Acontece que o clima antes e durante a transa pode determinar mais ou menos tempo, isso se aplica às parceiras sexuais. Lembre-se: cada mulher é única, portanto... cada transa sua história.

Nada para se preocupar... pelo visto está tudo encima.
Abraços

PS: use sempre camisinha, evite um montão de problemas. Preserve sua saúde e a de sua parceira.

Anônimo disse...

Olá,

Em primeiro lugar, muito obrigado pela ajuda que o senhor tem dado a tantas pessoas que sofrem de ejaculação precoce como eu.

Tenho 17 anos e namoro há 2 anos com a mesma garota. Não chego a ter relações sexuais mas algo bem próximo disso, e eu e minha namorada fazemos isso escondidos e sempre de olho e com medo de sermos flagrados. Não chega a haver um contato direto entre as nossas genitálias, de modo que os preservativos tornam-se desnecessários, mas há muito contato. Na maioria das vezes fazemos preliminares de mais ou menos 5 minutos mas depois que ela sobe em mim raramente consigo me segurar por 2 minutos que sejam. Quando me masturbo tenho o mesmo problema.

Gostaria de saber se eu já devo procurar uma ajuda médica ou se eu apenas tentar alguma outra coisa.

Muito grato! Aguardo sua resposta mesmo que demore para poder responder. Obrigado.

Espero voltar daqui a algum tempo neste blog apenas para agradecer de novo e encorajar aqueles que ainda sofrerem do problema.

Lelo disse...

Não entendi muito essa transa e vocês. Confesso que faltaram detalhes sobre, por exemplo, o que vocês fazem quando ela sobe em você. Pelo que você disse, parece-me que não há penetração, apenas roçam-se, é isso?

Bom, amigo, vamos começar pela masturbação. Ejacular rápido quando se masturba é até uma condição, visto que não tem o mesmo sabor de uma companhia, então acostuma-se a se masturbar, condicionando-se à uma ejaculação rápida, como se fosse apenas para se livrar daquele tesão repentino.
Sugestão: comece a treinar quando se masturba, veja nos comentários acima, onde estão descritos certos exercícios, ok?

Já em relação ao sexo a dois, entenda sua situação: tudo furtivo, escondidinho, ah! se alguém nos pega nessa situação... Uma loucura isso, amigo. A excitação vaí às alturas, e torna-se muito difícil segurar a ejaculação.
Mesmo assim, como você se relaciona há mais de 2 anos com a mesma garota, façam juntos os exercícios sugeridos nas respostas que eu dei. A dois é muito melhor, você pode tercerteza.

Em sua idade, ejaculação precoce é muito normal, por isso, faça os exercícios sugeridos, exercite seu pênis e sua mente. Assim, quando estiver com um pouco de mais idade, vai dar um show de desempenho.

O brigado pelas palavras gentis,
um feliz 2011 a você e seus queridos.

Anônimo disse...

Oi , queria saber se tendo ejaculação precoce na masturbação ela tende a acontecer no ato sexual tambem?
Aguardo Resposta !

Anônimo disse...

ola
primeiramente, queria parabenizar pela ajudar ki presta a todos, Parabéns.
Doutor, tenho 25 anos e a 2 anos estou com a mesma namorada, mais no começo da minha vida sexual, logo na primeira tentativa não consegui ter tesão, meu penis não ficou erecto, tentei 2 vez com a mesma pessoa, mais não consegui ter tesão, por fim a pessoa ja não queria mais nada comigo, fikei meio em baixo e fiquei com medo de tantar novamente, mais um dia em uma festa, acabei ficando com uma menina e rolou dá gente ter relação sexual, fikei meio com medo de acontece o ki tinha acontecido anteriormente, mais arrisquei e fui, por fim foi espetacula, ela teve 2 orgasmos e rolou a mil maravilha com ela, mais nesse dia, tinha bebido mais do q a conta e acho ki a bebida mim ajudou um pouko, acho eu.
Agora tenho uma parceira a 2 anos, e com ela, tenho esse problema de ejaculação precoce, ela não reclama, mais sinto ki não sastifaço ela como ela ke, não passo de 5 minutos, faço tudo ki o doutor falou, faço sempre as pre-liminar, mais sempre tenho a ejaculação.
Doutor o ki vc acha? Ja não tenho muita vontade de ter relação com ela por causa dele problema.
obrigado

Lelo disse...

Ejaculação precoce na automasturbação é simplesmente falta de controle: mental e manual!
Percebeu que vai gozar... pára de mexer com o se membro, simples e instrutivo.
Assim, também o é, em muitos casos, com a penetração. Basta ter uma relação onde o diálogo e o companheirismo sejam compartilhados entre os amantes, e muitas coisas antes difíceis ou impossíveis passam a ser mais comuns e cotidianas, como ereções mais completas e duráveis e ejaculações vigorosas e no tempo justo.
Forte abraço

Lelo disse...

Olá amigo...

Não sei se você pôs em prática os exercícios que foram deixados como respostas, logo abaixo da postagem. Depois, seria interessante que você fizesse esses exercícios juntamente com sua parceira sexual. Pode ter certeza que além de melhorar a qualidade de sua transa, ajudará sua parceira também.

Fique ligado em cada dica, e boa sorte!

Anônimo disse...

Ola... Eu sou o Adilson tenho 16 anos i gostaria d saber quanto tempo demora o penis a recompor se depos da ejaculassao.

Lelo disse...

Depende da vontade, Adilson. Isto é, levando-se em consideração a sua idade, basta que o desejo volte, e isso pode ser tão rápido que dá a impressão que o pênis sequer ficou em descanso, mole.

Para muitos homens, depois de uma transa bem caprichada, com direito à longas preliminares, chegado o orgasmo, são necessários alguns estímulos sensoriais, tais como: olhar (isso é um dos fatores mais importantes no desejo), o tato, que é o roçar dos parceiros, as tão conhecidas carícias. Isso pode demorar alguns minutos, mas tudo depende de cada organismo, de cada libido, de cada mente.

Forte abraço

Anônimo disse...

Parabéns pela atenção com todos que aqui postam.
Li quase todos os comentários e me ajudaram bastante. No meu caso, sei que tudo é culpa da ansiedade, da cobrança que tenho sobre mim mesmo de ter um bom desempenho na cama. Acho que dando mais atenção às preliminares e tendo uma postura mais leve na relação sexual é possível controlar a EP e prolongar o prazer mútuo.
Sucesso

Lelo disse...

Eu aproveito e deixo meus agradecimentos a todos que comentaram aqui, assim está sendo possível debatermos mais detalhadamente essa disfunção, ao mesmo tempo que se propõem alternativas sadias para seu enfrentamento.

Forte abraço a todos!

Anônimo disse...

Boas, eu tenho 18 anos e Acho q sofro de EP, issso começou qdo comecei a namorar com uma rapariga q era virgem e ficamos mais de 2 anos e 4 meses sem fazer sexo e isso foi-me frustrando porq eu qdo ficava com ela estava sempre ancioso pra tela mas ela nunca deixava, mas eu me envolvia com outras raparigas e ñ acontecia o EP, mas desde q fiz com ela esta a acontecer o EP porq fico muito ancioso e ñ consigo me controlar. O que eu devo fazer para me controlar da Ejaculação Precosse.me dá uma solução por favor.OBRIGAdo.....

Lelo disse...

Olá amigo!

Procure ler as minhas respostas, a partir da primeira resposta a uma pergunta, acima.

As situações são muito parecidas em muitos os casos. Você precisa combater essa ansiedade. Para isso, tem que fazer os exercícios de masturbação que estão explicados acima. Além disso, se você tem facilidade de ereção, pode se masturbar antes de fazer sexo com sua nova companheira. De certa forma, isso pode dar aquela tranquilidade que você precisa.

Leia com atenção todos os comentários, pratique os exercícios, só ou acompanhado, se possível, e pode ter certeza que sua vida sexual vai melhorar.

Basta se aplicar nesse duo: exercícos, prática, a mente se acostuma rapidamente.

Boa, sorte!

Anônimo disse...

boas,qdo eu tou com a minha namorada fico logo ereto mas depois da penetração,em menos de 5 minutos eu ejaculo. O que devo fazer obrigado....

Lelo disse...

Em muitos relacionamentos não se consegue ficar nem um minuto. você chega a quase cindo! Se nas preliminares você já deu aquele trato na sua parceira, 4 a 5 minutos de penetração são suficientes para agradar qualquer mulher. Agora, para melhorar sua performance sexual, leia com atenção todos os comentários acima, pois neles você encontrará rapazes que enfrentam o mesmo problema. Também verá a parte de exercitação de seu penis. Leia e pratique os exercícios, só ou acompanhado, se possível, e pode ter certeza que sua vida sexual vai melhorar.

Basta se aplicar nesse duo: exercícos, prática, a mente se acostuma rapidamente.
Aquele abraço, desencuque!

Anônimo disse...

ola tenho 25 anos e minha mulher 30 acho que sofro de EP mas com sua dicas acima vou tentar melhorar o problema ,e minha mulher que depois do orgasmo ela fica muito sensivel e nao posso nem tocar nela, tenho que esperar horas se quero uma segunda vez o que devo fazer obrigado..

Lelo disse...

Olá amigo,

Bem, a grosso modo eu poderia entender que sua mulher tem pouca lubrificação. Para melhorar esse quadro seria bom utilizar de um bom lubrificante vaginal. Outra alternativa, que pode ser colocada em prática por vocês é referente à posição sexual. Faça com que ela tenha um pouco mais o controle da relação, isto é, deixe-a por sobre o seu corpo. Dessa forma, ela poderá movimentar-se a seu tempo, evitanto atritos desnecessários, que afinal podem estar afetando a sensibilidade, causando dor.

Se essas medidas surtirem efeito, com o uso do creme ou óleo vaginal lubrificante, provavelmente cessarão as dores e o incômodo que ela sente, além de que você poderá aumentar significativamente o tempo de suas relações, causada pela maior inibição das áreas de contato de seu pênis.
Lembre-se: é sempre bom ouvir a voz de um especialista, após um detalhado exame. Nada substitui uma consulta pessoal. Um(a) ginecologista poderá dar todas as informações necessárias para o restauro do prazer sem dor de sua parceira, ok.
Abraços e... boas transas, sem pressa e sem dodoi :)

Anonimoo disse...

Boas, eu ainda sou virgem e ontem tive para ter relaçoes com a minha namorada, mas quando era suposto penetrar perdi a ereçao e apartir dai se a tivesse era meio fraca! sera que tenho EP?? estou com mt medo que aconteça amanha, é uma vergonha, gostava que me dessem umas dicas

Lelo disse...

Olá, amigo.

Eu fiquei meio confuso, confesso que preciso de mais informações.
Você diz que perdeu a ereção antes de fazer a penetração, ok? Pois bem, mas a pergunta que ficou é: você chegou a ejacular antes?

Sim, porque se afirmativo, é natural que o pênis tivesse ficado desanimado, além de toda a ansiedade e medo de fracassar, muito comuns numa primeira transa.

Agora, se você não teve ereção, já é algo mais complexo.
Por isso, se possível, me envie sua resposta à minha pergunta.

Aconselho, contudo, que leia todos os comentários. Neles, você encontrará algumas dicas importantíssimas para se "apresentar" positivamente junto à sua namorada.

Fico no aguardo, e torcendo para que tudo dê certo.
Abraços

Anonimoo disse...

é assim eu a medida que a vou beijando vou me 'meitando' aos poucos.. mas nao considero ejaculaçao.. o que é certo é que o meu penis vai ficando mais mole ao ponto de nao dar para meter preservativo decentemente, e hoje aconteceu o mesmo.. ou seja é a segunda vez que nao consigo manter a ereçao na altura de meter preservativo, estou muito nervoso..

Lelo disse...

Olá Anonimoo

Você já experimentou masturbar-se um pouco antes da transa? Se você consegue ter uma ereção depois de algum tempo, e o seu caso for somente de ansiedade exacerbada, isso poderá ajudá-lo a deixar o "menino" mais sossegado, mais relax.

Dica dois: já pensou em ir diretamente para a fase dois, ou seja, pular as preliminares só para ver no que dá? Pode ser uma maneira nova para ver seu desempenho.

De qualquer maneira, os exercícios sugeridos em muitos comentários anteriores ao seu podem ser um bom sistema para deixar o pênis em forma.

Um bom papo com a parceira também ajuda muito, libera as muitas preocupações que rondam a cabeça superior do homem que quer agradar.

Sempre há a possibilidade de uma disfunção orgânica, e isso não é mais tabú, tem que ser encarado como uma tentativa de melhoria de qualidade sexual e, de quebra, psicológica.
Por isso, se todas as dicas e sugestões não fizerem nenhum efeito (é preciso ter paciência consigo mesmo), recomenda-se a consulta a um profissional (urologista).

Esperamos por boas notícias suas,
Boa sorte

Anonimoo disse...

"um pouco"? quanto tempo antes de estar com ela me aconselha a masturbar me? eu fico com a ereçao mal lhe toco, e apartir dai é como se fosse ejaculando aos poucos ate o 'menino' :) ficar mole, nao consigo ter control nisso.. espero nao ter problema nenhum e que consiga ultrapassar isto :s. obrigado pela preocupaçao e interesse em ajudar me!

Lelo disse...

Oi amigo,

Uma hora antes de começar os amassos, creio que esse é o "time" da coisa. Considere sempre esse tempo (uma hora), depois tente ajustar o horário caso não funcione.

Uma boa maneira de acabar com esse excesso de libido é desenvolver um pensamento inusitado, na hora dos amassos. Tente pensar em coisas adversas, por exemplo: mulheres de barba, cabeludas nas pernas e nas costas... ou, use seu poder imaginativo para criar uma fantasia momentânea.

Isso pode dar uma quebrada no ritmo do seu desejo.

Abraço

Anonimoo disse...

alias tenho uma duvida ainda, no dia em que for ter com ela, quando me tiver a masturbar antes de estar com ela..devo faze-lo rapido ou usar a tecnica que nao entendo muito bem, de parar 3 vezes quando tiver a ejacular? esse parar é antes de ejecular ou é suposto 'babar' um bocado?

Lelo disse...

Não, amigo, é para despejar fora mesmo, como uma forma de diminuir a "fome", entendeu?

Quanto à técnica para masturbação, é também uma forma de ficar no controle da situação. Sendo assim, antes de começar a ejacular, isto é, antes de começar a jogar o esperma para fora, parar com a masturbação.
Dê um tempo e, comece de novo. Quando você estiver no controle da ejaculação, isto é, quando você ejacular quando você desejar, aí terá surtido efeito, e poderá passar para a fase dois, com sua namorada, ou mulher.

Até mais, e boa sorte.

Anônimo disse...

Olá, ainda sou virgem, mas namoro e estou prestes a perder a virgindade e tenho 2 dúvidas:
Posso ejacular nas preliminares (oral) para na hora da penetração durar mais tempo ?
e treinar os músculos pélvicos é uma forma de controlar a ejaculação precoce?

Lelo disse...

Sim, amigo, mas procure sempre dar uma segurada, para que vá se acostumando a ter mais controle sobre o momento de ejacular.

Quanto a segunda pergunta, a resposta é sim, mais uma vez. Repare, que o objetivo dos exercícios, tanto nas masturbações, quanto na região da pélvis, têm o objetivo de dar mais qualidade sexual ao praticante. Quanto mais saudável for sua vida, seus hábitos, daí incluem-se alimentação, bebidas, exercícios físicas etc.

Boa sorte nas relações e na vida :-)

Vitor disse...

Olá Dr., tenho 21 anos e estou com minha namorada a poucos meses mas só de um tempo pra cá que teve sexo, e a maioria com EP, isso está deixando chato o relacionamento...As vezes que não teve EP, foram apenas as que ingeri alcool.
E meu problema é que sou muito ancioso, tenho esse problema, a anciedade é uma coisa que me atrapalha muito.
O que devo fazer, procurar que especialista?
Tem como eu tentar melhorar isso sem precisar ir em medicos?

Atenciosamente,
Vitor.

Lelo disse...

Olá Vitor

Vou fazer uma perguntinha direta, okay? Você me responde se quiser: você consegue ter mais ereções após a primeira ejaculação?

Essa pergunta, se respondida afirmativamente, pode acabar com todo esse aborrecimento seu. Normalmente, após a primeira transa, a excitação dá uma diminuída bem legal. Assim sendo, aquela ansiedade toda já foi, diríamos, jogada fora, e agora você está mais relaxado para uma transa mais demorada, portanto mais prazerosa para você e sua namorada.

O fato de consumir álcool e ter um bom desempenho sexual é explicado pelo relaxamento que essa bebida traz ao organismo, nisso inclue-se os "encucamentos", com isso meio torpe, a coisa vai sem problemas.

O que não pode acontecer é transar sempre de pilequinho. Aí vira dependência, e não é bom para ninguém. Por isso, amigo, se você caprichar nas preliminares (eu tenho a impressão que você pode caprichar mais, doando um maior tempo de carícias à sua namorada, isso deixa ambos no mesmo timer, entendeu?), boa parte da transa já foi encaminhada com êxito (prazer, é claro).

Depois, se você consegue ter mais ereções (claro, que depois de um descanso básico), a segundinha e a terceirinha são a conta certa para levar ela às alturas.

Caso tenha problemas de ereção, ou ainda continue ejaculando precocemente (isso é relativo, cada casal tem seu timer), procure um urologista, é o especialista indicado para esses problemas.

Desejando sucesso no sexo, mas também na vida,

Abraço

Vitor disse...

Sim Lelo, depois que tenho a primeira,e a ereção volta com todo vapor do mesmo jeito, mas como aconteceu a EP, meio que acaba o clima, mas vou conversar com ela pra ela ter a paciencia na primeira, até eu adequar tambem... por que ela é muito bonita mesmo...(rsrsrs)

Mas em questao a preliminares, eu gosto, e ela gosta isso sempre foi uma coisa que eu valoriso bastante !!! hehehe

Fiz essa pergunta mais pelo fato da minha ansiedade, se isso atrapalha, mas quando eu controlo a respiração desencuco melhora o desempenho....

Atenciosamente,
Vitor.

Vou fazer assim, vou testar isso que voce me disse, depois da primeira ir a segunta e a terceira... se der tdo certo eu venho aqui dar a resposta caso alguem tenha a msma duvida que eu.

Lelo disse...

Beleza, Vitor

Outra sugestão que eu acabei me esquecendo, era a de fazer com que ela te masturbe, antes da penetração. Com o toque dela, e não o seu, o experimento pode ser proveitoso em duplo sentido: você pode pedir para ela parar, quando perceber que está para ejacular, e com isso ir treinando o "menino" (repare que nessa atividade, você não corre o risco de deixar sua parceira a ver navios), e outra, serve de aperitivo antes do prato principal.

Legal, mande as notícias assim que as tiver, muitas pessoas podem se beneficiar de sua experiência.

Aquele abraço

Anônimo disse...

ola td bem, meu nome e fernanda sou casada, e o meu marido tem ejaculaçao precoce, assistir videos porno e bom ou nao? adorei o assunto è muito importante tira muitas duvidas, e essa e mais uma que eu tenho obrigada pelas as dicas foram muito boas espero que leia a minha pergunta.abraços.

Lelo disse...

Olá Fernanda

Nada demais assistir a videos pornô de vez em quando, pode ser bem interessante para dar uma esquentadinha na relação a dois. Não vale ficar só nisso, para ter tesão. Aí, não funciona como um aditivo, que é o papel que deveria ter.

Legal que tenha gostado dos temas, é mais um incentivo para continuar o trabalho.

Obrigado e boa sorte na cama e na vida :-)

Anônimo disse...

olá lelo tenho 17 anos, e sofro de Ejaculação precoce, minha namorada não sabe ainda, acho que acontece isso pq sempre fazemos escondidos dos pais dela, e temos medo de sermos pegos, tem algum tipo de exercicio que posso fazer ?! não aguento mais, me ajuda. agradeço desde já, obrigado

Lelo disse...

Olá, amigo!

Na sua idade, não se pode afirmar que o que se passa com você seja realmente ejaculação precoce.
Para se ter uma ideia, nessa fase da vida dos homens se ejacula muito rapidamente. Os hormônios estão à flor da pele (e pões pele nisso), o tesão é ampliado por qualquer estímulo visual ou físico, além das fantasias (e quantas!) que passam pelas cabeças dos jovens.

Por isso, amigo, o negócio é ir se adaptando à namorada. Sei que é difícil a missão, mas não é impossível.

Procure ler todos os comentários dessa página, muitos se encaixam no seu problema(??), incluindo-se aí alguns exercícios indicados para deixar "seu garotinho" mais relax, na hora do pega pra capar.

No mais, é como eu sempre digo, uma "masturbadinha básica" um pouco antes da relação com sua namorada é quase uma receita!

Ba sorte na transa e na vida :-)

Anônimo disse...

seu o menino do comentario ae de cima, fui no médico hoje ele falo que é minha rotina pq eu sou muito ansioso e por isso falou pra mim sai da rotina como caminhada, musculação, natação, coisas assim, isso é verdade msm ? ele passo remedio tbm para ansiedade. vamos ver o que dá

abrigado, ♥

Lelo disse...

Olá amigo

Ele está certo! A ansiedade, motivo e razão deste blog, é a fonte de muitos problemas: físicos e mentais. Nesse sentido, caminhar, fazer exercícios, ter uma vida saudável e em contato com outras pessoas (importante, isso!), fazem a grande diferença. Ajuda a relaxar a musculatura, a oxigenação, à coordenação motora e, principalmente, renova seu espírito, seu ânimo, aumentando o seu "gás", vamos assim dizer.

Ao levarmos uma vida sedentária, longe de convívio social (de verdade, não esses virtuais!), a ansiedade encontra as portas abertas para fazer seu estrago, que pode ser tanto no campo profissional, no campo amoroso...
Enfim, a medicação é sempre um complemento importante, desde que receitado por médicos.

Boa sorte, amigo. Procure mudar seus hábitos mesmo. Que tal começar a frequentar uma academia? Além de colocar o corpo e a mente em ordem, você ainda, de quebra, pode descolar umas gatinhas?!

Anonimoo disse...

boas lelo, sou o anonimoo de á umas semanas atras. ja consigo ter relaçoes com a minha namorada, fiz o que voce me disse. ejaculei sozinho, deixei passar 1 pouco mais de 1 hora, tentei controlar a ansidade e os medos, passei as preliminares porque sempre falei muito sobre isto com ela e resultou. agora estou ficando cada vez melhor :P. deu um jeitao este site. obrigado <3

Lelo disse...

Legal, amigo

Eu acho que muitas pessoas ficarão contentes em saber disso. Ao compartilhar certos momentos difíceis de nossas vidas, inclusive íntimos, abrimos uma espécie de portal, onde as coisas ruins vão embora, e onde as coisas boas encontram seu acesso.

Aquele abraço, saúde na alegria :-)

Anônimo disse...

Boas, tenho 17 anos e ainda sou virgem, mas acho que sofro de ejaculação precose, porque ao masturbar ejaculo muito rápido, em 2 minutos por volta disso. Não sei se isso pode ser sinal de ejaculação precose, mas é que eu me excito muito fácilmente, as vezes até quando estou aos beijos com a minha namorada fico com a ereção(as vezes até me sinto desconfortavel por estar com ereção nessas alturas) e nas primeiras vezes saia assim um liquido, mas pouco quase nem sentia nem sei se considera esperma(pelo que ouvi dizer o pênis cria um liquido que é como se fosse considerado lubrificante para facilitar a penetração e acho que o liquido é esse) Gostava se saber se sofro de ejaculação precose?
Obrigado pela atenção.
cumps

Lelo disse...

Com 17 anos eu vivia tesudo. Minha vida era dormir pensando em sexo, sonhar com sexo (e molhar todo o lençol), acordar pensando em sexo, e assim passar o dia inteiro. Assim são os jovens, é a fase em que os hormônios estão quase que explodindo, através de todos os seus poros. E não seria diferente com você, amigo.

É bom, no entanto, já ir treinando o seu "menino", para que, quando você começar a transar, não passe por essas situações difíceis que acompanham pessoas com ejaculação precoce.

Ao se masturbar, não goze muito rápido, como se quisesse acabr logo com isso. Não. Até na masturbação deve-se ter todo um ritual para alcançar o objetivo final, o orgasmo. Por isso, vá devagar, procure ir se conhecendo mais, alargando seus limites de tempo. Ao perceber que está para ejacular, pare. Recomece depois, alongue o tempo. Afinal: para que a pressa?

Se você treinar bem isso, você conseguirá ter um bom desempenho com as garotas. Pode estar certo disso.

Outra coisa: me perdoe, mas não existem garotas tão ingênuas, que não saibam que beijos e amassos excitam o garoto e que, nessas situações, normalmente os garotos têm ereções, isso é extremamente normal. Não esconda isso das garotas, faz parte da relação: homem - mulher. Você não é nenhum tarado, isso é natural.

Sabe de uma coisa: uma certa vez, quando eu tinha mais ou menos sua idade, eu costumava ficar todo sem jeito, porque estava com ereção, e tinha medo de que a minha namorada percebesse, e não gostasse.

Sabe o que ela me disse? (e olha que ela era meuio conservadora, na época) "Porque, quando você me beija, você não encosta seu corpo no meu?

Percebeu que mancada que a gente dá, ao julgar certas coisas como erradas, quando na verdade apenas são coisas da vida, normais, absolutamente humanas?

Então, boa sorte, amigo.
Boas relações em sua vida.

Anônimo disse...

ola tenho 20 anos de idade, tambem tenho dificuldades na ejaculação, principalmente se não for com minha parceira, deste modo acabo de masturbar antes dos 4 ou 5 minutos, por favor almejo uma ajuda vossa

Lelo disse...

Olá amigo,

Procure ler nas minhas respostas dadas nos comentários, certamente você encontrará as dicas para melhorar a sua performance.

Vou te passa uma bem prática: antes de ir para cama com sua nova parceira, masturbe-se um pouco antes (meia hora, 40 minutos, aproximadamente).
Você perceberá que leva mais tempo agora, visto que na masturbação, você já deixou seu "menino" mais relax para a seção de sexoa dois.

Aquele abraço, e sucesso :-)

Anônimo disse...

eu tenho 34 anos e minha esposa 37 a dois anos somos casados,na hora do sexo ate as preliminares vai tudo bem,mas quando penetra não passa dez segundo já ejaculo já tentei varias posições,já me masturbei,já pedi pra ela e não deu certo. estou com medo de perde a minha mulher ela e compeenciva mais não sei ate quando ela vai aguentar por favor me ajude obrigado alex.

Lelo disse...

Olá amigo,

Existem vários motivos possíveis para o seu caso.
O que não se pode fazer é deixar as coisas do jeito que estão, visto que não está agradando ao casal.

O mais aconselhável agora seria a visita a um especialista, já que os artifícios e exercícios parecem não surtir efeito no seu caso.
Nada de pânico, amigo, muitos homens têm essa disfunção e, em muitas oportunidades, apresentam quadros de ansiedade, acompanhados de depressão, dentre outros, além daqueles ligados diretamente com o órgão sexual masculino.

Portanto, de nada adiantará os exercícios, as mudanças de posições, se não for diagnosticado corretamente seu problema. Sendo assim, agende sua consulta com um urologista. É o primeiro passo para a melhoria da qualidade da sua vida, e da vida do casal.

Esse profissional vai lhe dar todos os encaminhamentos necessários para um tratamento eficaz.

Agora, depende de você, amigo.
Mãos à obra, cuide-se bem.

Schuler2 disse...

Ola meu nome e Antonio tenho 16 anos e vou ter minha primeira relação sexual com minha namorada,porem tenho certos receios pois algumas vezes que estou me masturbando nao demoro 2 ou 3 minutos para ejacular. gostaria de saber se isso ja pode ser considerado uma ejaculação precoce ou algum outro motivo?

Lelo disse...

@Schuler2

Veja o terceiro comentário de baixo para cima, ali está a resposta que você procura.

No mais, boa sorte amigo, e procure fazer os exercícios mencionados nos diversos coemntários dessa postagem, certamente vão ajudá-lo.

Abraço

Anônimo disse...

tenho uma duvida, o alcool ajuda a retardar o orgasmo do homem.. entao e na mulher, o efeito é o mesmo?

Anônimo disse...

meu nome é L.V.A.L ... tenho 23 anos.Namorei pouco em minha vida na verdade só tive uma namorada que po r ocasioes de risco sempre fiz sexo de maneira muito rapida ... hoje passo por problemas serios de ejaculação precoce ... e depois da ejaculação fica muito dificil ter ereção de novo ... minha duvida é se meu problema é só ejaculação precoce ou se é tambem tenho dificuldade de ereção ...

Lelo disse...

Olá L.V.A.L.

Não tenha dúvida, amigo, quando se trata de problemas com ereção a melhor pedida é fazer uma consulta ao profissional competente (normalmente, nesses casos, urologista).

Há outras questões que devem ser levadas a sério, porém, devido a sua pouca idade, e de acordo com seu depoimento, algo em você pre3cisa de cuidados.

É conhecido que o hábito de ejacular rapidamente, somente para se adaptar às circunstâncias, pode levar o homem a utilizar essa modalidade como única. Em outras palavras: acostuma-se tanto à ejaculação rápida, que acaba-se "viciando", tanto psicologicamente, como fisicamente (mente e corpo) à ejaculações muito rápidas em quaisquer circunstâncias.

Quanto à ereção, o melhor conselho é, sem dúvida, o primeiro: consulte um médico. Somente el, após examiná-lo, poderá lhe fornecer as respostas que você tanto aguarda.

Nada de pânico, amigo. Nada como uma consulta para deixá-lo bem mais sossegado. Quanto antes... melhor para sua ansiedade, e essa pode estar atrapalhando suas relações!

Depois, se quiser, mande notícias do andamento das coisas. Eu aposto que tudo caminhará no sentido de um diagnóstico preciso, e o seu melhor amigo (você sabe do que falamos) vai ficar em ponto de bala. É a nossa torcida :-)

Abraço e boa sorte

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 221   Recentes› Mais recentes»